obra das palavras

Refletindo Cultura, Arte e o Comportamento

Dante Donatelli

Dante Donatelli - "Escolher modos de não agir foi sempre a atenção e o escrúpulo da minha vida" Bernardo Soares, citado por José Saramago em meio a reflexão sobre a poética de Fernando Pessoa.

O IDIOTA DA MANIFESTAÇÃO

Depois do Louco de Palestra, criamos o Idiota de Manifestação o sábio que quer fazer deste um país melhor, uma país de parvos.


A palavra idiota é de dois gêneros pode ser um adjetivo ou um substantivo. A começar pelo título cabe ao leitor delimitar o gênero. Sabendo que todo idiota é aquele dotada, ou melhor, não dotado de certa capacidade articular ideias e em última instância de poder elaborar pensamentos por si mesmo construímos nosso texto.

Nós já produzimos durante anos o louco de palestra, figura clássica do parvo, sempre disposto a perguntar ou fazer digressões sobre coisas que somente ele, e só ele compreende, em longas falas que beiram o ridículo, pois somente ele, o louco, as entende, e ao final da ladainha escolástica todos se entreolham constrangidos, e o louco, exultante se senta satisfeito de ter dividido com a malta ignorante um tostão da sua promissora sabedoria. Todo louco de palestra é um sujeito promissor, não fosse a loucura, é claro.

O idiota da manifestação saiu de casa em março de 2015 crente que as eleições haviam sido fraudadas pela escumalha esquerdista que domina este pais com sua sanha comunista e bolivariana.

bandeira-eua-idiotas-paulista.jpg

Insuflados pelas redes sociais, o idiota paulistano correu para avenida Paulista sabendo que os nordestinos eram os culpados pela derrota do candidato do bem, não faltou gente para gritar que deveria São Paulo, quiçá o Sul todo se rebelar e dar de costas para este Brasil mulato, tosco e atrasado como alguns tantos fizeram questão de escrever nas várias redes da internet. Fazendo transbordar racismos e preconceitos de toda ordem. Coisa bem de idiota.

Mas, alguém avisou que ficaria difícil levar tal tese adiante, afinal a oposição ganhou no primeiro turno em São Paulo e no Paraná dois baluartes da honestidade nacional e da retidão do poder público no trata seus cidadãos, nenhuma polícia mata tanto como a paulista e nenhuma polícia sabe tratar com a “educação” devida seus professores como a paranaense. Tanto que o idiota não teve dúvidas, tirou muitas e muitas fotos com policiais para mostrar seu apreço pela polícia.

A tese da fraude eleitoral não vingou, mas o idiota não esmoreceu, partiu à cata de outra legítima elucubração para tirar do poder essa gentalha miserável. Encontraram pelas mãos e mentes da nossa elite bacharelesca pensante, um monte de pedaladas que dariam para dar muitas voltas no parque do Ibirapuera, que por sinal anda infestado de outro tipo de gentalha, mas não é o caso de falarmos dela aqui. Por sinal, ao invés de pedalada poderiam trocar para rolezinho cabe melhor para essa gente do PT.

babaca revoltado.jpg

E como tudo indica a presidenta irá cair, pela sua incompetência e pelos erros absurdos cometidos por ela e seu partido. Torço para que isso aconteça, assim o idiota da manifestação se verá pleno de satisfação, a principal força de esquerda, sairá pela porta dos fundos da história. Ufa! Bradará o idiota ainda temos uma chance de sermos mais Miami e menos Havana, Ufa!! Que felicidade!!

Minha alegria será poder contemplar o idiota feliz e realizado tendo à frente desta nação de encantos mil e gente não muito varonil, Temer como presidente e um ministério lotado de pessoas ilibadas, tão ilibadas como o idiota da manifestação.

eles.jpg

Faça comigo um pequeno exercício imaginativo, Serra ministro da Fazenda, Pastor Feliciano na Educação, Aécio no Itamarati e quem sabe Eduardo Cunha ou Bolsonaro na Justiça, por que não? Você acha exagero? Pois bem, se a presidente foi incompetente para não enquadrar a Procuradoria Geral e parte do Judiciário e a Polícia Federal como fez com maestria FHC, - no governo FHC o procurador geral Geraldo Brindeiro era conhecido como engavetador geral; nenhuma ação de peso contra o governo FHC passou pelo judiciário; a PF fez várias incursões patrióticas nesta época - quem, em sã consciência acredita que este bobão da República de Curitiba metido a justiceiro não será sutilmente defenestrado das investigações dada os seus sucessivos equívocos – já pediu até desculpas para o STF – e ainda tem uma situação mal resolvida na apuração do caso Banestado, é tudo uma questão de tempo e esperteza para tirar o Torquemada de Curitiba do caminho.

Afora o idiota da manifestação quem acredita que o PMDB, esse verme da política, apoiado em um Congresso dócil e temeroso das investigações e com uma oposição, que vira situação, tão suja, irá permitir que tudo siga o seu natural caminho? Que caminho? A implosão do PMDB, do DEM e do PSDB e sabe deus mais quem, sim, porque afora o idiota da manifestação nenhum político entra nessa de limpar o Brasil sendo ele o esfregão. Só vou nessa, diria o bom político, se eu for o faxineiro.

Torço vivamente para que este cenário se forme para saber o que irá acontecer com o idiota da manifestação, vamos mudar tudo, tudo, para que tudo fique assim igualzinho ao que era antes do PT tomar o poder. O bom e velho coronelismo e a boa política da conciliação tradição desde o Regente Feijó na vida política brasileira, e ainda, a derrocada dos programas sociais e das conquistas econômicas ainda em voga. E quem não concilia? Bem, a história brasileira é pródiga, acaba no ostracismo.

Se ainda conseguir manter o humor, poderei me deleitar observado o idiota gritando, assim como faz uma histérica e imbecilizada vizinha minha todas as vezes que Lula e Dilma aparecem no Jornal Nacional por mais de trinta segundos, ela grita minutos a fio, como quem é currada, “Fora Dilma!!” Ela terá de encontrar outra razão para dar vazão a sua idiotice. Mas se humor ainda houver, e com o país dividido, as manifestações pró governo são testemunha disto, tendem a aumentar com a conciliação de direita que se avizinha.

O medo de quem não é idiota, e conhece a história deste país, é saber que no limite da distensão os militares não irão se furtar de voltar ao poder atiçados pelo idiota órfão da moralidade, que correrá para Avenida Paulista pedindo arrego e os vivaldinos da república sempre dispostos a oferecer anéis e pulseiras para preservar os dedos. O idiota irá dar vivas pelo fim da democracia, que ele nem sabe ao certo o que é, e a volta da ditadura, que ele pensa que sabe o que é. E ao povo brasileiro restará o que?


Dante Donatelli

Dante Donatelli - "Escolher modos de não agir foi sempre a atenção e o escrúpulo da minha vida" Bernardo Soares, citado por José Saramago em meio a reflexão sobre a poética de Fernando Pessoa..
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/recortes// @obvious //Dante Donatelli