Francisco Fernandes Ladeira

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ); Especialista em Ciências Humanas: Brasil, Estado e Sociedade pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Articulista do Observatório da Imprensa. Autor (em parceria com Vicente de Paula Leão) do livro A influência dos discursos geopolíticos da mídia no ensino de Geografia: práticas pedagógicas e imaginários discentes, publicado pela editora CRV.

Bolsonarismo e saúde pública

Brasil em tempos de pandemia...


protestos-bolsonaro.jpg

O bolsonarismo, atual faceta da extrema-direita brasileira, até há pouco tempo era um movimento restrito a discursos raivosos nas redes sociais.

Bolsonaro, o "mito" desse rebanho, era somente um parlamentar irrelevante, uma das viúvas do autoritarismo do Regime Militar, motivo de chacota em programa de auditório.

Com a guinada reacionária das jornadas de junho de 2013 a cadela do fascismo foi retirada da coleira. O bolsonarismo se mostrou a única força capaz de canalizar o ódio ao PT e derrotar o partido de Lula nas eleições presidenciais.

Trata-se de um movimento que une fascistas tradicionais, fanatismo evangélico e o que existe de pior no neoliberalismo.

As convocações bolsonaristas para manifestações Brasil afora, ao incentivar aglomerações em um contexto de pandemia, demonstram que esse movimento extremista deixou de ser apenas um problema político/ideológico, é um perigo para a saúde pública.


Francisco Fernandes Ladeira

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ); Especialista em Ciências Humanas: Brasil, Estado e Sociedade pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Articulista do Observatório da Imprensa. Autor (em parceria com Vicente de Paula Leão) do livro A influência dos discursos geopolíticos da mídia no ensino de Geografia: práticas pedagógicas e imaginários discentes, publicado pela editora CRV..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/sociedade// //Francisco Fernandes Ladeira