olhos no mundo

Olhares que se abrem em palavras.

Rita Palma Nascimento

Olha para o Mundo com os teus olhos e não com os olhos do mundo.

Que nunca nos falte a coragem para sermos felizes

Que mais nos assuste não sorrir do que qualquer lágrima que possa cair.


tumblr_lfsqshtAa11qdbbywo1_500.jpg

Que nunca nos falte a coragem de sorrir, a coragem de chorar de alegria, a coragem de lutar e a coragem de viver. Que nunca nos faltemos a nós, nem àqueles que mais importam, que nunca faltemos aos nossos sonhos, nem percamos de vista a estrada. Que nunca nos deixemos ficar na segurança de não arriscar, por mais que o risco nos faça tremer... que o medo seja sempre superado pela certeza de querer alcançar, ou pelo menos querer tentar.

Que nunca nos faltem razões para sorrir, amigos com quem partilhar, pessoas a quem amar, lugares onde possamos ser felizes. Que nunca faltemos ao presente, nem deixemos de a ele nos entregar, por mais que o passado nos deixe na sombra o coração. Porque coração não nos falta, nós é que lhe faltamos demais.

Que nunca deixemos de abraçar, mas que o abraço também não nos falte, que nunca fechemos a porta, depois de ter saído alguém. Mantenhamo-la entreaberta, alguém a saberá atravessar. Que nunca percamos um beijo, por ter medo de amar, um olhar por ter medo de gostar, um qualquer momento por ter medo de viver. Mas que nunca os tenhamos demais, por medo de estarmos sós ou por querer preencher vazios.

Que não sejam apenas os momentos a fazer-nos felizes, mas que nos possamos assim sentir em todos eles. Que nunca deixemos de nos amar, por aos outros tudo dar, que nunca deixemos de receber por nos querermos esconder, que nunca no passado nos deixemos ficar, se é no presente que tudo se pode mudar.

Que nunca percamos a coragem de gostar e de o dizer, de desculpar os outros, nos desculparmos a nós e de pedir desculpa. Que nunca guardemos palavras, sentimentos e emoções por medo de chorar. Que mais nos assuste não sorrir do que qualquer lágrima que possa cair. Que sejamos sempre fortes o suficiente, que acreditemos sempre em nós, que sejamos a nossa espada e a nossa armadura, o nosso mapa e o nosso tempo. Que sejamos o que somos, em tudo e para todos. Sobretudo, que nunca sejamos nós, os responsáveis por não nos erguer, nem de no mesmo sítio continuar. Porque a vida é um nada tão curto, sendo que o que hoje pode ser feito, amanhã poderá já não ser.

Então tenhamos sempre presente: Que nunca nos falte a coragem para sermos FELIZES!


Rita Palma Nascimento

Olha para o Mundo com os teus olhos e não com os olhos do mundo. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Rita Palma Nascimento
Site Meter