José Renato Ferraz da Silveira

Professor universitário, bon vivant, hedonista e feliz com a vida

Sounds of silence

The “Sounds of Silence” é uma canção folk gravada pela dupla Simon & Garfunkel que alcançou popularidade na década de 1960. A música foi lançada em 1964. Muito se especulou sobre o significado dessa envolvente música.


81H0f7e97PL.jpg

Há uma névoa sombria espalhada em meu quarto de um silêncio inquietante. Dúvidas. Incertezas. Emaranhados de pensamentos confusos e tenebrosos. A angústia e a taquicardia corroem o âmago da minha alma... Ouço o canoro de um pássaro infernal na sacada. Talvez seja a minha consciência atormentada. Ainda busco adormecer. Já é madrugada. Remoendo entre culpas e remorsos. Em profusas lágrimas, a playlist do meu notebook toca a melancólica música “Sounds of Silence”.

The “Sounds of Silence” é uma canção folk gravada pela dupla Simon & Garfunkel que alcançou popularidade na década de 1960. A música foi lançada em 1964. Muito se especulou sobre o significado dessa envolvente música.

71U7babR1oL._AC_SL1200_.jpg

Paul Simon, autor da música, desmentiu ser uma homenagem ao presidente norte americano morto (JFK) em novembro de 1963. Simon chegou a mencionar em diversas ocasiões que a letra havia sido escrita quando tinha apenas 21 anos, ou seja, muitos anos antes.

Em uma apresentação para um programa de TV canadense em 1966, o músico entrou em detalhes sobre a inspiração por trás da faixa em um discurso que ainda possui relevância na atualidade: “Um dos maiores problemas que temos hoje é a inabilidade das pessoas de se comunicarem — não somente em um nível intelectual como também em um nível emocional — então você encontra pessoas que não conseguem tocar outras pessoas ou amar outras pessoas, e essa é uma música sobre a inabilidade de se comunicar, chamada The Sound of Silence”.

Por fim, um trecho dessa bela música “Sounds of Silence”:

“Olá, escuridão, minha velha amiga

Vim conversar com você de novo

Porque uma visão suavemente arrepiante

Deixou suas sementes enquanto eu dormia

E a visão que foi plantada em meu cérebro

Ainda permanece

Dentro do som do silêncio (...)”.

simon.jpg

Fonte:

https://www.tenhomaisdiscosqueamigos.com/2018/04/21/simon-garfunkel-discurso-1966/

Link da música: https://www.youtube.com/watch?v=oBhSJUjgZbY


José Renato Ferraz da Silveira

Professor universitário, bon vivant, hedonista e feliz com a vida.
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/musica// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //José Renato Ferraz da Silveira