palavras desenhadas

Literatura e contemporaneidade

Tais Veloso

On the Road: Vida, viagens e um mundo a se experimentar

Adaptado do livro homônimo, On the Road é um filme cativante. Nele, acompanhamos a história de 3 jovens vivendo uma marcante viagem pelos Estados Unidos. Um filme para se apaixonar.


On the road (2012) ou Na estrada, como lançado no Brasil, é um filme baseado em um livro autobiografico de Jack Kerouac, que publicou esse livro em 1957, no qual ele conta algumas de suas aventuras de quando decidiu colocar o pé na estrada com seus amigos Neal Cassidy (chamado de Dean Moriarty no livro e no filme) e Marylou. Uma das coisas interessantes sobre o processo de produção do filme é que houve tentativas de adaptação anteriores, sendo que Jack Kerouac escreveu uma carta implorando pra Marlon Brando fizesse o papel do charmoso Dean e ele faria o papel de Sal (ele mesmo), mas nao deu certo. On the road foi dirigido pelo brasileiro Walter Salles e Sam Riley (que tambem atua fazendo o papel de Sal) e conta com a atriz americana Kristen Stewart, que, incrivelmente, está atuando muito bem (assista e veja você mesmo), o já citado Sam Riley e Garret Hedlund, todos com atuação destacada. A fotografia do filme é excelente, mais um ótimo trabalho do francês Eric Guartier, também responsável por outros filmes, como Diários de Motocicleta e Na Natureza Selvagem.

On-the-Roadposter.jpg

Com frases curtas e cenas quentes, o filme vai ganhando o telespectador, que aos poucos vai se apaixonando pela linda Marylou, pelo louco Dean e pelo culto Sal. Os três são apaixonados por jazz, literatura e viajam loucamente, conhecendo gente de todos os tipos, culturas diferentes, amores livres, sem espaço para possessividade nas relações. Se você espera assistir um filme com tudo explicadinho, nem comece a assistir, mas se você está disposto a assistir realmente, construir um sentido para toda essa paixão pela vida, a necessidade de viver tudo em um dia só, de conhecer o mundo, viajar que compõe os três personagens, esse filme pode te agradar. O livro inspirou uma geração e deu origem à geração beat. Se você quer mesmo ler esse livro preste atenção: Bob Dylan, quando leu esse livro, fugiu de casa e Jim Morrison fundou o The Doors. Eu mesma, esta cuja que vos escreve, decidi fazer uma viagem para os Estados Unidos. Indico o livro e o filme, de preferência, assista e leia se estiver pensando em fazer uma viagem longa, é inspirador


version 2/s/cinema// @obvious //Tais Veloso