palavras na barriga

Verbalizo as emoções que me provoca o mundo!

Daniela Monteiro Torres

Apaixonada por viagens, acredita que:
"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

E o inverno ainda nem começou...

Vive-se um inverno inquieto na velha Europa, dias amedrontados pelo terror que nos faz questionar de onde viemos e para onde vamos.


Folhase.jpeg

São dias frios os que aí vêm, ainda que um sol meio tímido tente aparecer; o inverno zangado cospe tempestades vindas do "medo-oriente". Sim, nestes dias o oriente dá medo.

Os contextos são complicados e as eternas histórias de interesses, poderes e ambições corromperam o homem e arrancaram-lhe do peito a capacidade de olhar para o outro como seu semelhante.

Que tristeza de mundo se criou, onde no pico do inverno há chamas nos olhares amedrontados pela sede de vingança; e em pleno verão os corações estão congelados pela cobiça desmedida e pelo fundamentalismo enraizado.

Quando o ocidente cozinha, silencioso, durante dezenas de anos, um caldo farto e hediondo que só alimenta a algumas panças gordas e fétidas; não se pode esperar nada melhor que este inverno de terror.

O caldo entornou e começa a espalhar putrefação pelas cidades da velha Europa.

E o inverno ainda nem começou...

Sentada em frente ao computador enquanto tento escrever umas linhas, olho pela janela e vejo a rua coberta de folhas. Folhas de diferentes cores, de todos os formatos, folhas de várias árvores, que cobrem as ruas do velho continente mas não tapam o sangue dos nossos mortos.

Às vezes parece-me que lhes custa entender; aos que governam e dirigem o nosso destino, que os nossos mortos são iguais aos dos outros. São mortos; seres humanos amados por alguém que também os perdeu injustamente.

Na verdade, tal como as folhas que cobrem o chão da rua que olho desolada; eles e nós somos os mesmos, apenas folhas de árvore com diferentes raízes, distintas cores e formas; mas todos iguais.

E se assim seguimos, e continuamos a deixar que nos alimentem com este caldo perverso e venenoso; acabaremos como estas folhas sucumbidas no chão.


Daniela Monteiro Torres

Apaixonada por viagens, acredita que: "O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Daniela Monteiro Torres
Site Meter