pamarepe blog

Sou como sou. Saio de mim e vou procurar-me, ou procurar-TE, pelas palavras que me fluem dos dedos.

PAULA PEDRO

Escrevo a urgência do que me vai na alma. Dou cor às palavras. Danço com o imaginário, Crio! Vivo! Arte, música, letras... cultura, são os meus átomos.

ÉS UM INDIVÍDUO COM SORTE. POR ISSO, NÃO COMPLIQUES!…

O amor não sobrevive de teorias. Se sentes que amas, arregaça as mangas e passa de imediato à acção. É que nem te passe pela cabeça que amar não dá trabalho.


tumblr_nc7zuuMJxS1r1dcylo1_540.jpg Photo in Tumblr – By eli-beth

Estive aqui a pensar alto, e, – sim, a bem dizer sou um perigo quando ponho os neurónios a funcionar. Às vezes, o resultado são impressionantes tragicomédias, ainda que expressas na forma de monólogo, com os nervos à flor da pele, e uns quantos palavrões, à mistura – acho que és um tipo sortudo!

Ah pois és! É que nem duvides disso!

Tens o privilégio de me teres aqui, apesar de tu estares aí. De eu ser ainda tua, porque o meu coração está atracado no teu. De haver mais quem me queira, e eu não querer saber, nem sequer ter pachorra para pensar nisso.

Como se não bastasse, tens a sorte de eu te dar a saber tudo o que me vai na alma; e eu, o estúpido do azar de to demonstrar, claramente, que nem vidro transparente. És um safado de um sortudo, shit!

Podes ter tudo de mim; tudo aquilo que muitos aspiram e não têm. E repara, nem sequer estou a falar do corpo onde moro. Estou a falar de amor. Amor, em que a felicidade e o prazer têm impreterivelmente que jogar na mesma equipa. Estou a falar de tranquilidade; companheirismo; protecção e dedicação. Estou a falar de sorrisos, risos e gargalhadas eufóricas, – a ponto de fazerem doer a barriga. De conversas e mais conversas. Partilha. Lealdade e confiança. Sofá, mimo e cafuné, – com ou sem chuva – e chocolate!

Sim. És um gajo com sorte. Ou então, com um azar do caraças, porque vês de longe aquilo que (ainda) tens.

Hoje é assim!… Porque amanhã tudo pode ser diferente.

Por isso, desliga lá o complicómetro!

Deal with it?!

© Paula Pedro

Fonte: Pamarepe

Ana Carolina - Problemas


PAULA PEDRO

Escrevo a urgência do que me vai na alma. Dou cor às palavras. Danço com o imaginário, Crio! Vivo! Arte, música, letras... cultura, são os meus átomos..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// //PAULA PEDRO