paula lario

Era pra ser um texto simples, mas virou a minha forma de enxergar a vida.

Paula Lario

Paulista, paulistana, formada em jornalismo e pós graduada em comunicação corporativa e RP. Achou que tinha tudo a ver com publicidade, mas viu que o seu negócio era mesmo escrever. Viciada em sorvetes, procura levar a vida de uma forma leve, saborosa e, refrescante. Amante de vinho e de um bom café, não abre mão de brindar os bons momentos da vida mas, principalmente, a reciprocidade!

  • Texto_Alice Me empresa as maravilhas.jpg
    Alice, me empresta as maravilhas do teu país?

    “Esse sonho é meu, eu vou decidir aonde ir e a partir de agora eu faço meu destino!”. Talvez esse seja um dos grandes segredos escondidos no filme e valiosíssimos para trazemos à nossa vida real. Independente de faixa etária ou fase da vida, chega o momento em que precisamos nos dar conta de que, assim como Alice, é preciso dar um basta em algumas situações. Alice se vê diante de um universo vasto e novo, mas não se intimida. Se permite provar líquidos desconhecidos, comer bolos diferentes e, até mesmo, cogumelos para ficar do tamanho que cada situação exige, grande ou pequena. Alguma semelhança ou mera coincidência?

  • Texto_Uma hora dessas.jpg
    uma hora dessas a vida recomeça

    E o destino acaba se ajeitando, o passado é esquecido, as coisas se acertam e as dores cicatrizam. Permanece aquilo que é verdadeiro, quem tem que ficar fica e o que não tem vai se afastando. Uma hora dessas a gente aprende a ter fé. Fé de que, por mais difícil que seja, o universo sempre irá conspirar ao nosso favor.

  • Imagem_Sim, a vida é linda!.jpg
    a vida é linda sim!

    O tempo passa e a certeza de que podemos traçar o nosso caminho é evidente. Ser feliz exige esforço, um esforço natural talvez, mas exige sim. E ai de quem diga o contrário. Mas quando você nota o quanto de coisas o tempo já te tirou, sobressai a certeza de que tudo o que passou não é páreo para a sua urgência de ser feliz.

  • Imagem_O sol está ali, além das núvens.jpg
    escolha ver o sol, sempre

    Optar por ser o dono das suas próprias escolhas é a primeira e melhor escolha a ser feita, mesmo ela sendo dolorosa na maioria das vezes. O segredo está em ser resiliente e saber que vai doer, mas vai passar antes mesmo de percebermos. E aí começa outro grande desafio.

  • money-1015277_1920.jpg
    a educação financeira em um mundo de gastões

    A vida precisa ser bem mais do que um amor mal curado, e aprender a administrar a vida financeira pode levar algum tempo, mas vale como investimento de vida. Se é verdade que investir em conhecimento rende sempre os melhores juros, que sejam colhidos frutos em breve.

  • Imagem_o mundo dá voltas e eu aplaudo cada uma delas.jpg
    o mundo dá voltas e eu aplaudo cada uma delas

    Dizem que a vida dá voltas e isso explica o tanto de gente tonta que existe por aí. Verdade ou não, fato é que a vida dar voltas nos faz enxergar tudo de uma forma tão diferente, que chega até ser gostoso pertencer a este grupo. A liberdade de enxergar cada curva de maneira bruta e mágica me faz concluir que eu posso tirar da cartola muito mais do que um simples coelho, mas a minha liberdade.

  • Imagem_o mundo é mitômano e nós somos Pinóquios  da vida real.jpg
    o mundo é mitômano e nós somos Pinóquios da vida real

    Nossas falas e nossos relacionamentos andam tão superficiais, que já não expressam o que realmente se passa dentro de nós. Eles exteriorizam desejos que não aconteceram e que tentamos representa-los nas possíveis mentiras. Pode parecer triste, e é!

  • Imagem_a arte de saber quando pular fora.jpg
    a arte de saber quando pular fora

    Que a verdade seja dita: o mundo precisa, cada vez mais, de pessoas inteligentes que saibam a hora de assumir o risco e a hora de desistir deles. Porque pular fora é preciso e, viver no banho-maria do conformismo, meu caro, não dá!

  • Imagem_retratos de moradores de ruas e seus cães_6.jpg
    retratos de moradores de ruas e seus cães

    A cidade de São Paulo reivindicou “Mais amor, por favor” e esse pedido foi atendido pelo fotógrafo Edu Leporo que, em um dia comum, decidiu registrar o quanto desse sentimento existe espalhado pelas ruas paulistanas, vindo de onde menos se espera: dos moradores de rua e seus cães. O projeto MRSC busca dar uma pausa nos olhares apressados e mostrar que sim, existe muito amor em São Paulo.

Site Meter