paula lario

Era pra ser um texto simples, mas virou a minha forma de enxergar a vida.

Paula Lario

Paulista, paulistana, formada em jornalismo e pós graduada em comunicação corporativa e RP. Achou que tinha tudo a ver com publicidade, mas viu que o seu negócio era mesmo escrever. Viciada em sorvetes, procura levar a vida de uma forma leve, saborosa e, refrescante. Amante de vinho e de um bom café, não abre mão de brindar os bons momentos da vida mas, principalmente, a reciprocidade!

escolha ver o sol, sempre

Optar por ser o dono das suas próprias escolhas é a primeira e melhor escolha a ser feita, mesmo ela sendo dolorosa na maioria das vezes. O segredo está em ser resiliente e saber que vai doer, mas vai passar antes mesmo de percebermos. E aí começa outro grande desafio.


Imagem_O sol está ali, além das núvens.jpg

Das muitas verdades que aprendi ao longo dos meus 28 anos, existem aquelas que eu me lembro todos os dias. A certeza de que a forma como eu encaro a minha vida depende única e exclusivamente das escolhas que eu faço é uma delas. Pode ser o contrário também e as minhas escolhas dependerem da forma como eu encaro as situações da minha vida. Fato é que, independentemente das ordens, já que as duas fazem total sentido, é uma alegria saber que podemos fazer as nossas escolhas e que elas dependem somente de nós.

E existe uma prova da natureza em relação a isso. Após muitas viagens de avião a trabalho, notei que independente do tempo estar feio aqui embaixo, acima das nuvens sempre está sol e com um céu lindamente azul. Foi inevitável trazer a realidade e entender que, por mais que a situação esteja difícil aos meus olhos, além dela tudo sempre vai dar certo. Mas enxergar dessa forma depende de uma única coisa: a forma como enxergo e escolho viver.

Sim, não é tão fácil quanto a tranquilidade na qual eu escrevo este texto. Mas optar por ser dono das suas próprias escolhas é a primeira e melhor escolha a ser feita, mesmo ela sendo dolorosa na maioria das vezes. Assim como toda perda, as escolhas nos derrubam por diversas vezes. Mas como todas as fases, elas passam e sobrevivemos ainda mais fortes. E quando nos perguntam se tais decisões valeram a pena, dá um baita orgulho enchermos o peito e respondermos que sim. Crescemos muito, aprendemos bastante e as cicatrizes nos lembram perfeitamente quais foram as decisões que tomamos, para nunca mais nos esquecermos.

Como negar que o sol sempre vai estar presente, mesmo com a escuridão diante dos nossos olhos? Impossível. Dar preferencia ao recomeço da nossa própria felicidade é a decisão mais bem acertada que podemos tomar. Afinal, não importa qual seja o problema, o segredo está em ser resiliente e saber que vai passar antes mesmo de percebermos. Mas para isso, precisarmos ter a maturidade de não nos acharmos incapazes de conseguirmos. E aí começa outro grande desafio.


Paula Lario

Paulista, paulistana, formada em jornalismo e pós graduada em comunicação corporativa e RP. Achou que tinha tudo a ver com publicidade, mas viu que o seu negócio era mesmo escrever. Viciada em sorvetes, procura levar a vida de uma forma leve, saborosa e, refrescante. Amante de vinho e de um bom café, não abre mão de brindar os bons momentos da vida mas, principalmente, a reciprocidade! .
Saiba como escrever na obvious.
version 7/s/recortes// @obvious //Paula Lario