pausas

Pequenas pitadas de artes...

Ana Carol Rodrigues

Comunicadora sociável e pseudo produtora que aproveita as Pausas para escrever enquanto aprecia café ou vinho tinto..

O Reconhecimento mundial da arte urbana nacional parte 2/3: Os índios azuis por Cranio

Por vezes a arte urbana é vista com maus olhos, por conta do seu caráter popular. Pode até ser que no Brasil os melhores grafiteiros tenham começado como pichadores, mas cabe ressaltar que o traço do grafiteiro brasileiro é considerado um dos melhores do mundo e seus talentos devem ser conhecidos e divulgados. A ideia é três textos para apresentar 3 grafiteiros de diferentes estilos e mundialmente conhecidos e aclamados...


cranio-by-Guilherme-Zauith1.jpg

Fabio de Oliveira Parnaíba- o Cranio nasceu em 1982 e cresceu na zona norte; Boa parte do seu trabalho foi influenciado pela vontade de colorir os muros cinzas da cidade de São Paulo.

cranio 02.jpg

Começou a desenhar muito cedo, a paixão pelo grafite teve início em 1998 aos 16 anos, ao escrever seu apelido nos muros da cidade, percebeu que gostava dessa forma de expressão, gostava de desenhar cada dia em um lugar sem saber exatamente o que ou onde.

cranio 03.jpg

O trabalho de Cranio é cercado por muita criatividade e bom humor e foi assim que nasceu o personagem que se tornou marca seus trabalhos e ganhou reconhecimento pelo mundo, os Índios azuis.

cranio-print-london-2012.jpg

Os índios eram uma tentativa de encontrar um personagem com a cara do Brasil, e deram muito certo, “com um toque azul e uma linha marcante, a figura brasileira está sempre em situações engraçadas que roubam olhares e ainda instigam o observador a pensar sobre questões contemporâneas como consumismo, identidade e meio ambiente.”

cranio_batman.jpg

god.jpg

post-cranio-g.jpg

Para Cranio viver de arte no Brasil não é uma tarefa fácil, exige muita dedicação, força de vontade e estudo para aprimoramento de trabalhos. Quando questionado sobre suas técnicas e influências, o artista diz ser fã de desenhos animados e do pintor Salvador Dali e usa muito essas referências adaptando ao seu próprio estilo.

cranio2.jpg

Um dos comentários que definem a arte de Cranio é de um colecionador britânico que não foi identificado: “desenvolveu um estilo único e significante, além de um grupo de personagens que não são apenas vibrantes, mas também prazerosos de ser ver. Além disso, as imagens criadas por ele sempre passam uma mensagem e um conceito importante, que costumamos esquecer em nossas vidas e cotidianos. Esse conjunto de qualidades faz com que sua arte seja excelente de se apreciar e ótima para pensar e filosofar”.

cranio1.jpg

cranio3.jpg

Cranio tem trabalhos espalhados pelo mundo, para conhecer mais do artista é só acessar a página http://cranioartes.com/

Todos os direitos reservados a Fabio de Oliveira Parnaiba, mais conhecido como Cranio

Fontes: https://www.youtube.com/watch?v=Uvq1WHtn_PM http://cranioartes.com/portfolio/graffiti/


Ana Carol Rodrigues

Comunicadora sociável e pseudo produtora que aproveita as Pausas para escrever enquanto aprecia café ou vinho tinto.. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @obvious, @obvioushp //Ana Carol Rodrigues