pausas

Pequenas pitadas de artes...

Ana Carol Rodrigues

Comunicadora sociável e pseudo produtora que aproveita as Pausas para escrever enquanto aprecia café ou vinho tinto..

A Verdade Noturna de Dinho Fonseca - Poste no Poste

Vivemos em uma era digital, estudos apontam que o Brasil é o país em que a população passa mais tempo na internet e o segundo lugar em relação aos acessos às redes sociais. Todos os dias são milhões de postagens no facebook, instagram e Twitter para compartilhar ideias, pensamentos, imagens e também divulgar trabalhos para os amigos e/ou seguidores. Mas e se alguém fizesse algo diferente? E se além de postar nas redes sociais específicas, você pudesse se apropriar do espaço urbano e divulgar trabalhos em uma mídia inusitada, como os postes da cidade onde vive?
Conheça Dinho Fonseca, idealizador do movimento cultural "Poste no Poste".


INFOCHPDPICT000064788731.jpg Márcia Romano / Divulgação - Jornal O Globo

Ao caminhar pelas ruas você já deve ter se deparado com algum anúncio no poste. Sim, o poste de luz, são cartomantes trazendo seu amor de volta em x dias, pessoas alugando quartos, vendendo imóveis, fazendo excursões, sem entrar no mérito das discussões que essa mídia causa. São diversas leis federais e estaduais para não "sujar" o espaço urbano com a chamada poluição visual. É provável que você nem preste tanta atenção e nem imagine uma outra forma de utilizar um poste. Mas ao caminhar pelas ruas de Vila da Penha, Vista Alegre, Irajá, Centro, Lapa, Leme, Laranjeiras, entre outros bairros do Rio de Janeiro, e em algumas cidades como Lumiar, Boa Esperança e São Pedro da Serra, em Nova Friburgo, além dos anúncios é possível se deparar também com poesia.

IMG-20170628-WA0023.jpg

Isso se deve ao trabalho de Dinho Fonseca, poeta, designer, artista plástico, compositor e inovador... Assim podemos defini-lo ao conhecer um pouco das suas "verdades noturnas." Tendo nascido em 1967 no subúrbio do Rio de Janeiro (Vila da Penha), cresceu ao som de MPB, Samba e Rock´n Roll e foram esses estilos somados a autores como Manoel de Barros, Vinícius de Moraes, Clarice Lispector que inspiraram sua obra. Morou em Angola por 5 anos onde além dos trabalhos de marketing desenvolvidos para o governo teve contato com outros estilos musicais como o Semba, trazendo também essas influências.

IMG-20170628-WA0024.jpg

Os versos de Dinho trazem simplicidade e musicalidade, são coloquiais, boêmios e chegam a lembrar uma conversa de bar. Por essa razão tem mais de 20 poemas musicados por compositores como Geraldo Amaral, Wagner Ricciardi - Banda A Tribo, entre outros.

IMG-20170628-WA0025.jpg

O início não foi fácil, começou a escrever suas poesias e minicontos nos anos 80, passou por diversas fases e encontrou dificuldades para publicar seu livro, Dinho acreditava que para lança-lo precisava de um público mínimo que conhecesse seu trabalho e foi aí, com uma ideia simples, que em 2015 nascia o movimento "Poste no Poste".

IMG-20170628-WA0026.jpg

Dinho imprimiu alguns poemas em formato lambe-lambe e começou a espalha-los pelos principais postes da cidade. Depois tirava uma foto e postava nas redes sociais. Seu esforço trouxe resultados, só no Instagram o projeto conta hoje com mais de 18 mil seguidores. Com o crescimento, em breve também haverá uma linha de produtos como camisetas, canecas e outros objetos com as poesias de Dinho; O que era apenas uma divulgação temporária se transformou em um projeto paralelo.

IMG-20170628-WA0027.jpg

Outro resultado é o lançamento do primeiro livro "Verdade Noturna" pela editora Chiado (2017). Por ser designer Dinho cuidou pessoalmente de todos os detalhes do livro, que reúne suas fases literárias, seus poemas musicados, postes no poste e outros poemas não publicados.

IMG-20170628-WA0028.jpg

Um autor atípico não teria um lançamento de livro comum. Dinho teve show ao vivo e produção musical para divulgar seu trabalho, e parte dessa celebração também foi colocada nas redes sociais. Em Setembro estará na Bienal Internacional do livro para uma noite de autógrafos, no stand da editora.

IMG-20170628-WA0029.jpg

Sobre o livro, Dinho afirma que "São coisas da vida, somar, amenizar obstáculos, compor, romper, desvendar, conhecer, aproximar, atravessar, criar, cantar, superar, fazer."

IMG-20170628-WA0030.jpg

Para conhecer mais do trabalho, basta acessar o instagram, facebook, youtube e página pessoal sobre designer.

Todos os direitos reservados a Dinho Fonseca, a quem agradeço imensamente pela atenção e disponibilidade.


Ana Carol Rodrigues

Comunicadora sociável e pseudo produtora que aproveita as Pausas para escrever enquanto aprecia café ou vinho tinto.. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// //Ana Carol Rodrigues
Site Meter