penetra surdamente no reino das palavras...

E lá que estão os poemas, é lá que está a vida que espera ser escrita!

.MariBlue.

MariBlue Gomes é uma peixa-marciana, meio Dori, meio Clarice. Acredita verdadeiramente na poesia da vida e na vida da poesia.

Da gratificante sensação de estar em paz

Sabe aqueles momentos em que você sente que está no lugar certo?
No contexto certo? Fazendo a coisa certa? E que seu coração está em paz?
Pois bem. É desses preciosos momentos que desejo falar.


pes-no-lago.jpg Fonte da imagem: Internet

Ela estava em férias. Tinha se programado para que suas férias coincidissem com o período das chuvas em sua cidade natal. Organizou o seu cronograma e marcou a data: 21 de setembro, dia da árvore, mês da primavera, certeza de chuva.

Segunda-feira, primeiro dia das férias em que ela sonhara com uma manhã nublada e chuvosa, perfeita para ficar na cama, debaixo das cobertas e bebendo chocolate quente enquanto vê na televisão o boletim de trânsito e comemora o fato de não precisar estar metida naquela confusão de carros, etc, etc, etc. Então; não foi bem esse o resultado...

Tudo bem que dessa parte do trânsito ela se livrou, mas, e o que fizeram com a manhã nublada?!

Setembro já, primavera chegando e nem as cigarras cantando se ouvia. Talvez estivessem sem ânimo com o calor infernal que fazia. Termômetros marcavam 32°C e os comentários do clima nos telejornais apontavam para um aumento vertiginoso da temperatura, escassez de chuvas e umidade do ar lá embaixo.

E assim foi durante todo o seu período de férias. Calor, secura, mais calor, baixa umidade do ar, preguiça, moleza, falta de vontade de fazer qualquer coisa, exceto coisas que envolvessem água. Nesses casos até lavar louças era algo bom de fazer.

menina-brincando-na-chuva.png Fonte da imagem: Internet

Sexta-feira, 30 de setembro. Era já o seu último dia de férias. Com o sonho de tomar um belo banho de chuva totalmente fora de cogitação, ela seguiu para um dos seus locais preferidos: o jardim de um centro cultural de sua cidade. Um lugar mais que apropriado para contemplar o céu azul as brancas nuvens e a verde grama. Um lugar para ficar quieta; sozinha ou acompanhada de seu livro predileto, ou de sua pessoa predileta. O seu lugar.

20141102_160009.jpg Fonte da imagem: Acervo pessoal

Era um finalzinho de tarde típica de primavera – um tanto descaracterizado pela falta de chuva – mas de sol forte, brilhante e amarelo e um maravilhoso, amplo e inebriante azul de céu, com aquelas nuvens boas para se adivinhar os formatos. Daí que ela ficou ali, contemplando, deitou-se em uma rede e o embalo foi lentamente foi acalmando sua agitação: o rubor das faces decorrente do sol dourado, a respiração ofegante da caminhada e o coração acelerado pela sensação de estar ali, de bem-estar. Balançando naquela rede, apreciando aquele céu, sentindo a brisa refrescante do balanço em seu corpo entorpecido pelo calor, ela sentiu-se agraciada. Sentiu-se bem. Sentiu-se grata. Sentiu-se em paz.

20141102_150325.jpg Fonte da imagem: Acervo pessoal

E nem se lembrou da chuva que tanto desejou para aqueles dias. Ela apenas fruía daquele momento de serenidade singular. Ainda bem que na vida, mesmo em meio a alguns turbilhões e vendavais que possamos enfrentar, haverá sempre um oásis, um lugar específico e especial, para onde podemos fugir e nos refugiar quando nosso coração necessitar de uma pausa e nossa mente carecer de paz.

Sobre o assunto Jota Quest já dizia que ‘o melhor lugar do mundo é dentro de um abraço’.

Mas, e para você, onde fica esse lugar especial?


.MariBlue.

MariBlue Gomes é uma peixa-marciana, meio Dori, meio Clarice. Acredita verdadeiramente na poesia da vida e na vida da poesia. .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// //.MariBlue.