pensando nessa gente da vida...

Reflexões de um educador que escreve para que não lhe falte o ar...

Marcel Camargo

"Escrever é como compartilhar olhares, tão vital quanto respirar"

ACORDE SEUS SONHOS

Declare-se à sua paixão, invista no empreendimento idealizado, vá aonde nunca ousou ir, encare suas verdades, liberte-se das culpas inúteis, rompa com os relacionamentos que machucam, cometa loucuras, preencha toda a dimensão dos seus sonhos. Respire o que o seu corpo lhe pede enquanto há vida.


accordeseussonhos.jpg

Desde crianças, ouvimos conselhos e ensinamentos acerca da necessidade de agirmos corretamente, para que andemos em caminhos tranquilos, sem machucar ninguém nesse percurso. Crescemos sob as vozes dos pais, dos professores, da sociedade, ensinando-nos que devemos fugir ao erro e aos desvios de caminho. No entanto, a prática é muito mais eficiente do que a teoria e, fato inconteste, quando erramos e falhamos é que realmente aprendemos o quanto dói colher as consequências das péssimas escolhas feitas.

Talvez, se andássemos somente pelos caminhos da correção e do equilíbrio, não chegaríamos a altos voos e, embora não sofrêssemos os tombos e as rasteiras dos nossos equívocos, aprenderíamos pouca coisa, pois a linha reta é segura, tranquila, e por isso mesmo não aguça os sentidos. Sim, o ser humano necessita de abalos e tremores na alma, de oscilações afetivas, de ousadia e desvios, para que aprimore sua personalidade e percepção do mundo lá fora. É preciso desequilibrar o que não aguça. É preciso perder-se, ousar, ultrapassar os temores, para um retorno mais forte, lúcido e seguro aos passos acertados.

Declare-se à sua paixão. Não passe a vida arrependido por não ter demonstrado todo o amor que sente a alguém, mesmo que lhe pareça um desvario, uma loucura, mesmo que tenha certeza de que não será correspondido. Estar apaixonado traz tanta coisa boa e o que é bom não deve ser guardado dentro de si, mas sim ser repartido e compartilhado. Caso quebre a cara, sairá certamente mais forte e seguro do que quer para sua vida.

Invista no empreendimento dos seus sonhos, monte o negócio com que sempre sonhou. Não podemos nos afundar em dívidas, mas planejar e executar de acordo com nossas capacidades, que são maiores do que pensamos. Boas ideias devem ser externadas e colocadas em prática, mesmo que tenhamos que pedir ajuda, procurar patrocínio, ser pacientes e andar ao compasso das reais possibilidades, pois encontraremos quem acredite em nossos sonhos. Se não vingar, certamente teremos aprendido muito e estaremos prontos para o reinício de outro projeto.

Vá aonde nunca ousou ir; coloque a mochila nas costas e parta, vá embora. As únicas amarras que nos prendem estão relacionadas ao medo do desconhecido, à nossa falta de confiança em tudo o que podemos - e devemos - conquistar. O incerto não significa necessariamente algo a ser evitado, pois adentrar nos temores nos engrandece como pessoa, alimentando a coragem necessária a que não permaneçamos estagnados no conforto seguro da mediocridade. As coisas permanecerão sem você aqui, não somos insubstituíveis e, caso não encontremos o que queríamos além do horizonte, teremos sempre para onde voltar, assim que precisarmos.

Encare suas verdades, traga à tona tudo o que pulsa dentro de si, desejando sair e fazer parte do seu viver. Ninguém respira tranquilamente enquanto caminha com meias verdade, nenhuma máscara é capaz de durar e sofrer incólume as agruras que o tempo se encarrega de nos trazer. Quanto mais verdadeiros formos, mais fortes estaremos, tanto para gozar as alegrias, quanto para amargar os reveses que certamente virão. Ainda que doa, mesmo que muitos nos larguem sozinhos, lançar-se à vida a partir do que temos dentro de nós ainda é a melhor forma de se buscar a felicidade.

Liberte-se das culpas desnecessárias, do remorso que paralisa suas ações e intranquilizam a serenidade necessária ao seu reiniciar a cada novo dia. Todos erramos, machucamos alguém, pois é assim que vamos nos tornando mais humanos e menos suscetíveis a incorrer nos mesmos equívocos. Há muita coisa que pode ser revertida, repensada, refeita, e é a isso que deveremos sempre nos agarrar. O que não tem mais jeito apenas servirá como fonte de reflexão e de aprendizado, não mais do que isso.

Rompa com os relacionamentos que machucam, que ferem sua dignidade e levam a inseguranças quanto ao direito que você tem de ser feliz. É muito difícil tomar a iniciativa de deixar alguém, de aceitar que teremos de seguir a vida sem aquela pessoa, a fim de que possamos sobreviver. Isso porque, nessa dinâmica, teremos que encarar a nós mesmos, enfrentando a parcela de culpa que nos cabe na falência do amor, da amizade, do laço familiar. Muitas pessoas sairão de nossas vidas, muitas delas por necessidade imprescindível.

Cometa loucuras, experimente o inusitado, desarme a hegemonia, respire o que seu corpo lhe pede, preencha toda a dimensão de seus sonhos enquanto estiver acordado, vivo e pronto para suportar as decepções, mergulhar na tristeza sem se demorar e então renascer mais forte, mais satisfeito, mais você mesmo. Se não ferirmos ninguém pelo caminho, nem a nós mesmos, então estaremos agindo em nosso próprio favor, caminhando ao encontro dos lugares onde seremos felizes e onde estaremos sempre bem acompanhados.


Marcel Camargo

"Escrever é como compartilhar olhares, tão vital quanto respirar".
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Marcel Camargo