pensando nessa gente da vida...

Reflexões de um educador que escreve para que não lhe falte o ar...

Marcel Camargo

"Escrever é como compartilhar olhares, tão vital quanto respirar"

CERTAS PESSOAS NÃO MERECEM NEM SER UM PROBLEMA EM NOSSA VIDA

Sabermos em quem depositarmos nossa confiança e quais serão os encontros em que deveremos nos demorar nos ajudará a não gastar tempo e energia com gente ruim e de coração vazio.


15492356_1367602523270443_4545313871944412547_n.jpg

Quanto mais vivermos, mais nos decepcionaremos com as pessoas com quem encontramos pelo caminho, mais nos conscientizaremos de que serão bem poucos aqueles com quem poderemos realmente contar. Portanto, sabermos em quem depositarmos nossa confiança e quais serão os encontros em que deveremos nos demorar nos ajudará a não gastar tempo e energia com gente ruim e de coração vazio.

Da mesma forma, sermos alguém em quem poderão confiar, alguém cujo coração não se escureça com carga negativa de ódio, rancor e inveja, acabará por nos aproximar de pessoas melhores. Atraímos energias afins, ou seja, não poderemos nos deixar contaminar pelas negatividades que nos rodeiam, ou seremos nós quem decepcionará, quem machucará, quem não será digno de consideração.

Existem pessoas que vivem para criticar o outro, no ambiente de trabalho, à procura de supostas falhas e defeitos de quem os rodeia, tentando sempre diminuir quem estiver por perto. Nunca elogiam ninguém, embora tenham severas críticas ao trabalho dos demais, não se furtando de expor as fragilidades que encontra no serviço dos companheiros, às vezes de forma sutil. Parece que se alimentam de ferrar a vida dos outros, tendo prazer em apontar erros - muitos deles imaginários, diga-se de passagem.

Há indivíduos que vivem metidos em confusão, em fofocas, sempre enrolados em meio a algum mal entendido. Onde quer que estejam, seja qual for o círculo de amizades, eles conseguem espalhar algum boato, alguma notícia desagradável, não poupando ninguém de seus enredos venenosos. As personagens de suas fofocas variam, mas eles serão sempre os roteiristas narradores das maledicências que estragam qualquer amizade.

Encontraremos, também, aqueles que tornam todo e qualquer ambiente pesado e carregado, como se as energias estivessem sendo drenadas inexplicavelmente. Mesmo que eles sorriam, tenham a voz doce e aparentem tranquilidade, carregam somente negatividade dentro de si, invejando qualquer um, infelizes que são por culparem a todos, menos a si mesmos, pela vida desprezível que acham que possuem. E quando não estão presentes, a gente sente um alívio imensurável.

O perigo de viver em meio a tanta falsidade é nos impregnarmos com a maldade alheia, tornando-nos tão desprezíveis quanto essas pessoas que nos desagradam no dia-a-dia. Mantermos as nossas verdades e nosso coração limpo e leve então será essencial para que não deixemos nunca de acreditar na força do bem e do amor. É dessa forma que poderemos descansar em paz ao fim de cada dia, na certeza de que fomos o melhor que poderíamos.


Marcel Camargo

"Escrever é como compartilhar olhares, tão vital quanto respirar".
Saiba como escrever na obvious.
version 36/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Marcel Camargo
Site Meter