poeira de plutão

há um resquício de grandiosidade em tudo

Tiele

Escreve pelos cotovelos tudo o que silencia a própria voz. Acredita que qualquer assunto pode ser meticulosamente discutido quando a companhia e a bebida são boas

Nem todo relacionamento está fadado ao fracasso

Porque também quero escrever sobre aquilo que ousam chamar de amor...


Vai passar mais uma noite pensando no vazio daquele abraço que lhe fazia suspirar. Você já não tem mais o número da pessoa pelo medo de acabar mandando alguma mensagem por desespero (etílico, principalmente). Quando dá vontade de compartilhar algo, por mais ordinário que seja, a primeira pessoa que vem em mente já não está disponível como era antes. Foi melhor assim. Acabou. E você sabia, afinal sempre acreditou que todo relacionamento está fadado ao fracasso. Está tudo bem, só que não.

Normalmente, seguindo esse discurso egoísta e tão imaturo, você ainda vai dizer: cara, maior equívoco foi tê-la conhecido. Equívoco: Erro, aquilo que não é correto. Se a vida tivesse um manual de instrução universal com o comportamento vitalício correto, certamente boa parte das pessoas descumpririam só para a sentir a emoção do pecado. Ou, se todos seguissem, que chatice! Ora, que seres autômatos seriam estes programados e programadores para segundos sem deslizes humanos, demasiadamente humanos?

Equívoco é pedir um expresso Nutella que parece maravilhoso no menu daquela cafeteria cinco estrelas, e perceber que na realidade ele é um achocolatado chulé sem graça. Os equívocos são necessários para chegarmos a conclusões próprias, para crescermos. E para crescer, é necessário arriscar. Mas arriscar-se é correr o risco de equivocar-se. (BA-DUM-TSSS)

Parece arriscado demais sentir qualquer coisa que nos deixe vulneráveis, e mais ainda, expressar isso. Se você fortalece a ideia de que todo relacionamento está fadado ao fracasso seu inconsciente vai trabalhar com isso de forma que todas as relações efêmeras e desgastantes façam sentido, pois nada é para durar. Mas o ótimo da vida é que as pessoas não pensam igual, e você tem talvez muito que aprender. Nem todo relacionamento está fadado ao fracasso.

Da qual sorriso mais doce você lembra com facilidade? Qual foi a sensação quando alguém te olhou nos olhos ou te abraçou bem forte e disse “eu te amo”? Qual foi a maior loucura que você já fez a dois? Lembra de quando ele arrumou seu cabelo cuidadosamente depois de vê-la chorar? Lembra de quando ela deitou no seu peito e vocês fizeram planos para a vida toda? Quantas mensagens ele mandou preocupado no dia em que você não foi trabalhar? Como ela reagia depois de saber de umas poucas "trairagens" que você fazia (após suspirar, e depositar mais uma vez a chance de apostar nesse amor que nem sabe se valeria a pena, mas que ela gostaria que valesse e ele gostaria de tentar)?

Equívoco é atrelar a ideia de felicidade e sucesso no amor com convenções sociais, sem que isso seja plenamente consoante com o que você acredita. Há casamentos que duram anos no papel, mas de almas e corpos que se repelem com uma força brutal. Entretanto, há também relacionamentos que são separados por alguma ironia ou infelicidade do destino, mas permanecem em memórias costuradas pela essência daquilo que conjugam ser amor. Nesse amar condizente com o que se acredita, não há equívoco dos pares porque souberam tirar e guardar o melhor daquela relação. Não há equívoco porque as mazelas foram superadas pelo brilhantismo de duas almas que dançaram sob seu próprio ritmo, mesmo que a música tenha sido breve.

dança chuva.gif

Relacionamentos podem durar dias, meses, ou anos, mas precisam ter como condição sine qua non uma projeção de eternidade entendida como intensidade, verdade, algo sublime que beira o céu e o inferno mas que movimente os dois corpos na mesma direção, não na intensidade de dois corpos que se batem exaustivamente.(Jus ao Vinicius de Moraes em seu Soneto de Fidelidade).

trecho.JPG Trecho de Soneto de Fidelidade de Vinicius de Moraes

Se você amou, seu relacionamento não foi um fracasso. Pare de projetar uma perspectiva atual nas suas atitudes intensas do passado, se roga justiça, seja justo com o tempo! O que você fez no passado é nada mais do que um reflexo do que você era naquele momento. Olhar com toda a sabedoria de hoje os nossos tropeços de ontem, não implica em reconhecer-se fracassado, a excelência da plenitude humana está em aprender com todos os caminhos, por mais tortos que eles possam parecer. É necessário reconhecer suas atitudes e os reflexos destas para a construção do seu próprio eu. Por isso, nem todo relacionamento está fadado ao fracasso, se você souber o que fez e o que fará com isso.


Tiele

Escreve pelos cotovelos tudo o que silencia a própria voz. Acredita que qualquer assunto pode ser meticulosamente discutido quando a companhia e a bebida são boas.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @obvious //Tiele