Fabrício França

Graduado em Letras. Casado com as letras e amante das palavras. Faz de ambas o gozo da vida.

A arte de beber a sós

Este texto é dedicado especialmente a você que pensa ser a única pessoa solitária do mundo ao beber um gole de cerveja numa mesa de bar. Talvez, você não saiba, mas é uma pessoa bastante estilosa por isso!


factotum_dillon.jpg

Há duas espécies de bebedores. Aquelas que bebem por que adotaram no álcool um estilo de vida, ou seja, um boêmio; e aquelas que bebem apenas para quererem ficar perto de outras pessoas em algum lugar e depois sair por aí divulgando que esteve em tal ambiente ou com tal companhia. Esta segunda opção para mim é a mais desprezível. Pois, muitos destes seres sequer gostam de beber, apenas querem demonstrar, assim como esses clipes sertanejos da moda, status (exceto se estiverem em festas familiares). Alguns colegas meus chegam até mim e falam que não entendem como consigo beber cerveja sozinho. Desta forma, retruco também dizendo a elas que não sei como conseguem se aguentar bebendo juntas o tempo todo, vendo sempre as mesmas caras e conversando, na maioria das vezes, as mesmas merdas. Beber é uma arte, mas poucos sabem.

Por isso, quando raramente bebo com mais de duas pessoas e percebo que há alguém deste tipo no grupo, logo dou um jeito de sair por escanteio e me isolar em outro lugar com a solidão e a minha bebida. Sim, sou antissocial. Não, não sou alcoólatra (eu acho). Apenas, um solitário que aprecia o que faz sem gente por perto, assim como você aprecia o momento de solidão na hora de se masturbar.

O que muitos não entendem é que beber sozinho pode ser um charme. Se você já ficou numa mesa de bar, onde havia algumas pessoas sabe do que estou a relatar. Pois, elas olham para a gente como se quisessem saber tudo ao nosso respeito, mas não tivessem coragem de se aproximar. Muitas mulheres acham atraente ver que um homem demonstra certo ar de respeito e não se mistura muito fácil. Pois elas gostam do que é mais complicado. Sem falar que pessoalmente eu também acho atraente, mulher que se dispõe a beber sozinha e que para provocar ainda mais, coloca um cigarro entre os dedos e apoia o cotovelo na mesa, mostrando que não tá nem aí para o que pensam as outras pessoas.

Existem muitas vantagens de ser um solitário numa mesa de bar, além das que eu já falei. Pois você se sente como um gavião que fica no alto, próximo às nuvens, observando tudo com certo ar de que está sendo admirado. Você ouve melhor as letras das canções que estão tocando, entende o porquê de o álcool ser mais importante que a comida para aquele mendigo que está juntando latinhas no chão. Inspira-se para escrever alguma história. Reflete melhor sobre a vida.


Fabrício França

Graduado em Letras. Casado com as letras e amante das palavras. Faz de ambas o gozo da vida..
Saiba como escrever na obvious.
version 8/s/recortes// //Fabrício França