Karoline Duregger

Gosto de elogios assim como preciso das críticas, espaço total para quem desejar nos comentários.
Agradecendo sua visita!

TEMOS NOSSO PRÓPRIO TEMPO

Os anos de ouro, como podem ser chamados. Mas para cada pessoa, esse ouro tem um peso e um valor. As vezes o tempo o faz ser caro demais ou leve como uma pena, acabando por se deixar voar até sumir.


chicago-curtindo-a-vida-adoidado.jpg

Juventude eu aposto que essa palavra é lida carregada de memórias ou pelo sentimento de sorte de estar passando por ela. Ela vem com uma promessa de instabilidade tão boa que faz suspirar. Os jovens de hoje, de ontem e os do futuro, alguns dizem que perderam seus valores, outros que estão com a vida mais fácil e até dizem que estão se perdendo cada vez mais. Mas ela continua lá, sendo motivo das maiores histórias para se contar.

As pessoas lembram-se da juventude como uma palavra da qual desejariam pertencer, afinal o que há nesta fase de tão especial?

Eu diria: TUDO. Pois pense bem, o que há de mais magnífico do que elaborar planos mirabolantes e tentar ver a realidade dessa forma tão inocente e ao mesmo tempo a mais sonhadora, ser teimoso com aquilo que ameaça a visão embaçada de ser capaz de mudar o mundo, fingir não ver que a vida não é somente aquilo que acredita e no modo como deseja. Que outra fase somos tão capazes de sonhar alto o bastante para acreditarmos que nós e o mundo podem ser um lugar melhor? Onde mais o relógio não fala mais alto que as risadas ou as sensações daqueles riscos que os pais nem podem sonhar que os filhos estão? Respondam-me em que mente podem estar os objetivos planejados antes de dormir chegando até tirar o sono, se não a dos jovens que não tem tempo a perder?

Diria em outras ocasiões que o medo é envelhecer, de estar velho. Mas o medo é de perder essa vitalidade pertencente a uma fase que todos sentem o gostinho e sempre é aquele de quero mais. As madrugadas não precisam ser para o sono, as músicas nem sempre só para serem ouvidas, os amigos não somente para conselheiros e confidentes, os pais quem dera não fossem ás vezes grandes obstáculos, as regras quase sempre para não serem seguidas, a carteira da sala de aula mantem pensamentos muito além do que há no quadro. E as ruas, essas eu gosto de dizer Que é nossa!

lounge.jpg

E as opiniões se igualam e se dividem, a juventude que pode perdurar por anos ou se esvair num piscar de olhos permanece em uma das melhores coisas da vida. A vida é feita de momentos, uns mais e outros menos. Alguns bem aproveitados outros nem tanto, muitos deles com lembranças que pedem sorrisos outras, arrependimento. Cabe a cada um significa-los e ser capaz de chegar a melhor vista de cada paisagem que se detém em nosso percurso.

Digo ainda que cada época da vida tem um significado imenso. Quanto mais o tempo passa mais ela tem ou mais ela tira.

Tira a falta de responsabilidades e o descaso com o tempo, substitui as horas de sonhos por horas de preocupações ou descanso, troca a instabilidade por uma psêudo- estabilidade e infelizmente aumenta nosso grau dos olhos que nos permite ver a verdadeira face e a impossibilidade de tocar o mundo.

Quem dera pudéssemos continuar com todos os objetivos e olhares sonhadores, mas um dia o tempo passa. Um ano a mais ou um ano a menos?

Espera-se que sempre seja um a mais. Que a subtração seja somente para aquilo que o passado faz pesar e que o futuro adicione cada passo feito, cada tombo e cada risco corrido com o desejo de se viver intensamente.

Independente dos obstáculos agora visíveis e intransponíveis, a essência de todas as fases se encontra no que há de melhor para se fazer. Por mais que a realidade bata nas portas junto com os anos, o que não se pode deixar passar é o melhor de nós, que se esconde no jeito único de cada um acreditar em si mesmo e na vida que os sonhos que não devem envelhecer sustentam. Por acaso, esses anos de ouro abrem estas portas para uma busca por um futuro incerto e o desconhecimento do que realmente pode acontecer. Sorte a nossa, poder sentir este gosto que não perde o sabor na boca e nem na lembrança de ninguém.

“Todos os dias quando acordo não tenho mais o tempo que passou, mas tenho muito tempo, temos todo o tempo do Mundo”. Legião Urbana.

Karoline Duregger

Gosto de elogios assim como preciso das críticas, espaço total para quem desejar nos comentários. Agradecendo sua visita!.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/sociedade// @destaque, @obvious //Karoline Duregger