LUIZ ROSA

Documentários para SER melhor

Primeira parte de uma lista de documentários para ajudar a pensar o mundo e agir diferente, seja do ponto de vista ambiental (como poluímos, como tratamos os animais, como podemos ajudar) seja do ponto de vista dos nossos preconceitos (racismo, bullying, homofobia).


Se queremos um mundo melhor, precisamos nos tornar melhores. Não é isso que se diz o tempo todo? O discurso de ódio, a xenofobia, o racismo, o preconceito são nada mais nada menos do que sintomas da nossa falência como indivíduos racionais e sempre precisamos aproveitar oportunidades para repensarmos nossas ações cotidianas. Assim, fiz uma despretensiosa lista de documentários que nos ajudarão a pensar em como nós - como indivíduos - impactamos o mundo em que vivemos. Muitos deles ou estão disponíveis ou no Netflix ou no Youtube, assim, espero que aproveitem as sugestões e os ajudem a ser melhores...

Meio Ambiente

1. Before the Flood

Disponível no Youtube, produzido pela National Geographic e apresentado pelo premiado ator Leonardo DiCaprio, esse documentário reflete sobre o aquecimento global. Sim, esse mal que promete ser devastador se ninguém fizer nada. Leonardo visita lugares na China, Índia e Estados Unidos e conversa, inclusive, com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. É um ótimo documentário para começar a pensar no assunto, podendo ser complementado por Uma Verdade Inconveniente (de Al Gore) - que completou 10 anos em 2016 - e Chasing Ice, tema de uma postagem minha há alguns meses.

before-the-flood-di-caprio-stream-1.jpg Before the Flood. Divulgação

2. Mission Blue

Você acha que está ajudando o planeta trocando seu bife pelo peixe? Pois é, esqueça. Nesse documentário sobre a saúde dos mares, percebemos uma triste e assustadora realidade: estamos matando também os oceanos. A população de peixes grandes, como atum, hoje se resume a 5% do que era. Barreiras de corais inteiras estão morrendo e embranquecendo. Os compostos químicos - como nitrogênio - usados na agricultura tem sido levados para os rios pelas chuvas e causado o sufocamento da vida marinha. Há solução? Bom, Sylvia Earle diz que há sim, se começarmos agora!

mission_blue_txpe5e44244wog000_original_502134.jpg Mission Blue. Divulgação.

3. O Extermínio do Marfim

Esse chocante documentário mostra como os elefantes estão desaparecendo do planeta Terra pela busca ao marfim, que apresenta enorme valor de mercado em alguns lugares do mundo, ao mesmo tempo que ambientalistas tentam salvá-los.

hqdefault.jpg O Extermínio do Marfim. Divulgação.

4. Virunga

Na mesma linha do Extermínio do Marfim, Virunga mostra a luta de guardas que se arriscam para proteger os gorilas que vivem na África e salvá-los da extinção.

WEB_287375.jpg Virunga. Divulgação

5. Blackfish

Centrada na história da baleia Tilikum, que morreu há pouco tempo, esse documentário trata dos animais utilizados por parques como atração para os visitantes. Mostra desde como é feita a captura e como é o tratamento desses seres que são pegos para o divertimento humano até os ataques de raiva que por vezes eles tem com seus tratadores. É ótimo para refletir sobre a forma como os humanos tratam outros animais e sobre o que chamamos de "divertimento".

Blackfish+Dogwoof+Documentary+(10).jpg Blackfish. Divulgação

Preconceitos

1. 13ª emenda

Este documentário retrata a realidade dos negros nos Estados Unidos, principalmente do ponto de vista prisional. Produzido pelo Netflix, o documentário parte da 13ª emenda a Constituição norte-americana que aboliu a escravidão, mas manteve o trabalho escravo como forma de punir crimes. Embora seja uma realidade americana, é perfeitamente possível encontrar semelhanças com a realidade de outros países, como o Brasil.

13-624x404.jpg 13ª emenda. Divulgação

2. Olhos Azuis

Um dos documentários mais incríveis que eu já assisti na vida. Ele retrata um workshop produzido pela professora Jane Eliot, cujo objetivo é transformar pessoas com olhos azuis em alvo de preconceito, a exemplo do que acontece com negros, gays, etc. Os alvos do preconceito durante o workshop sabem o propósito do trabalho, aceitam fazer parte dele e tem noção de que sua duração é de pouco mais de duas horas, mesmo assim, eles sofrem com o que lhes é dito. Bom para pensar sobre os que sofrem preconceito todos os dias durante a vida...

Na mesma linha, recomendo o filme A Onda, sobre o qual escreverei em breve.

hqdefault (1).jpg Trecho

3. Bullying

Esse documentário, disponível no Netflix, acompanha a triste realidade vivida por algumas crianças e adolescentes que sofrem bullying na escola. O Bullying, muitas vezes tratado como uma brincadeira sem graves consequências, é na verdade, uma das mais comuns manifestações de preconceito nas escolas, vitimando inúmeras crianças e podendo levar, em casos extremos, ao suicídio. É um bom documentário para refletir sobre o tema, além de permitir que pais abordem com seus filhos a questão, a fim de facilitar o diálogo e esclarecer as crianças sobre o assunto e suas consequências.

bully_031612_620px.jpg Trecho

4. Matt Shepard Is a Friend of Mine

O filme que expõe a vida do estudante gay Matthew Shepard brutalmente assassinado serve para pensarmos sobre os crimes motivados por preconceito tão comuns em nossa sociedade. O Brasil é o campeão em crimes de caráter homofóbico e a questão precisa ser pensada também sob nossa realidade.

open-uri20151030-3-hebg78.jpg Matt Shepard Is a Friend of Mine. Divulgação.

Para começar, essas são as dicas para pensar sobre o mundo por meio de documentários. Em breve, a lista seguirá com sugestões de mais alguns, em diferentes campos, como questão alimentar e questões políticas.


version 2/s/cinema// @obvious, @obvioushp //LUIZ ROSA