queime depois de ler

A arte imitando a vida

Aline Rollo

Essa metamorfose ambulante

Se aceita!

Aceita sua vontade de viver. De ser intenso, aproveitar cada segundo da sua vida. Mesmo que isso promova olhares de censura. Mesmo que o mundo ache você exagerado. Isso é você, então aceita. Por mais trabalhoso que seja, por mais louco que aparenta ser, se aceita. E conheça a cada dia uma pessoa autêntica e diferente em você mesmo.


Olha bem dentro de você, respira e aceita. Aceita que você é desastrado de um jeito engraçado, que é espalhafatoso e não tem muitos modos. Sem se recriminar, aceita e goste de você por isso.

Aceita que você fala mesmo o que pensa. Que age por impulso. Que não consegue ter uma rotina chata, com as mesmas coisas acontecendo todos os dias. Não queira ter uma vida toda certinha se você não nasceu pra isso. Faça adaptações sim, mas se aceita.

aceita2.jpg

Aceita que seu jeito pode ser assustador para algumas pessoas. Que seu sorriso contamina o ambiente de forma boa e ruim também. Que muita gente vai sim te julgar pela sua capa mágica criada para se defender, mas poucos conhecerão a sua essência. Quem quiser, que te aceite assim.

Pare por alguns minutos no seu dia louco e aceita a sua própria loucura. Aceita que é assim que você é feliz e caso contrário, se olhará no espelho e não se reconhecerá. Então aceita seus palavrões, sua animação descabida, suas vontades que precisam ser satisfeitas com rapidez.

Aceita que você tem seu momento “caramujo” e se fecha. Respira, fica sozinho, analisa, durma, pondera. Mas aceita que se recolher é o seu jeito para ficar bem e ressurgir assim que tudo for analisado. Pode ser rápido ou bem devagar. Aceita seu tempo de entender as coisas.

Aceita sua vontade de viver. De ser intenso, aproveitar cada segundo da sua vida. Mesmo que isso promova olhares de censura. Mesmo que o mundo ache você exagerado. Isso é você, então aceita.

Não carregue o peso de querer ser diferente. Dá um trabalho enorme, custa muita energia. Não queira ser diferente, queira ser como você é, e apenas faça as adaptações necessárias. Seja 8 ou 80, mas seja você em absolutamente tudo.

Aceita a vida que está mais ou menos, o relacionamento que está te dando trabalho, o emprego que está te frustrando. Aceita que é isso que você tem no momento mas acima de tudo, aceita que você pode mudar isso tudo para melhor.

Aceita cada problema, empecilho, dificuldade, amor não correspondido, as besteiras que você faz na vida. Você está se formando, se moldando, aprendendo. Aceita seus defeitos para que você possa melhorar. Seu lado mais obscuro, seus pensamentos ruins. Aceita, entenda e muda.

Sem auto-aceitação, nada progride. Seus princípios e pensamentos serão sempre os mesmos, sua vida será rotineira demais e você nunca saberá quem você é de verdade. Por mais trabalhoso que seja, por mais louco que aparenta ser, se aceita. E conheça a cada dia uma pessoa autêntica e diferente em você mesmo.


Aline Rollo

Essa metamorfose ambulante.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @obvious //Aline Rollo
Site Meter