• unnamed (1).jpg
    O rock psicodélico de Radio Moscow inunda mais uma vez as mentes brasileiras

    A banda de stoner rock Radio Moscow vem ao Brasil novamente, pintando com cores psicodélicas quatro estados brasileiros através do álbum New Beginnings lançado em 2017!

  • leviatc3a3.jpg
    O leviatã chamado sistema

    A educação que falha em estimular o ponto forte distinto de cada aluno tornando-nos produtos para um mercado que muitas vezes nem mesmo queremos, a política que vai contra seu povo ao invés de crescer com ele, os três poderes que mais se assemelham a uma eximia peça teatral no tocante ao roteiro, mas ao ser executada é um fiasco total.

  • IMG_2371.JPG
    A marginalização da cultura cigana

    Por que um povo tão colorido e cheio de vida é tão marginalizado?

  • frases_para_o_amor.jpg
    Nos apaixonamos por romances

    O choque entre a realidade e a expectativa, a imaginação versus o pé no chão.
    Quem nunca se apaixonou por um filme ou um livro de romance? Quem nunca desistiu da utopia para viver um amor real?

  • Educacao_comunidade-624x480.jpg
    Crescer é uma armadilha, Peter.

    Pensar é um ato revolucionário quando o opressor é quem decide sua punição. Crescer é uma armadilha, porém permanecer criança é uma sentença de morte.

  • tumblr_o8nembj3Wq1uxyos9o1_1280.jpg
    Mulher

    Sempre fui ensinada a lutar e jamais calar-me, ele só queria meu silêncio.

  • 4606269798_bef9dc51da.jpg
    Radio Moscow – A psicodelia como poucas vezes fora retratada antes

    A psicodelia dos anos 60 mostra sua força ainda nos dias atuais. A fusão cérebro-universo ao escutar uma música, ver uma imagem/filme/etc... psicodélicos ainda pode sim ser bem retratada nesse mundo aparentemente cinza no qual vivemos hoje. Deixe que Radio Moscow lhe mostre o que significado de minhas palavras, psicodelize-se.

  • image.jpg
    Mentes

    Somos produto daquilo que permitimos nos tocar, das palavras lidas em um livro centenário ou a letra de uma música que de modo tão simples nos permite compreender todo um universo de perguntas complexas. Somos mentes divergentes, cada qual marcada e moldada a seu próprio modo, e ah, como é maravilhosa essa diferença pintando no mundo uma tela abstrata de nós.

  • unnamed.png
    Muito além dos girassóis

    Em busca das entrelinhas encontrei em Van Gogh uma admiração latente que ao florescer mostrou-se mais bela que qualquer jardim. Entre as incertezas de sua mente tão fascinante quanto perdida, mostra-nos através da arte sua genialidade taxada por tantos anteriormente como uma loucura tola.

  • Frankie-and-Alice.jpg
    Quantos precisamos ser?

    Muito além de um filme, uma reflexão sobre a vida e nós mesmos. Frankie e Alice tem um enfoque psicológico acerca de múltiplas personalidades que serviram de escape à Frankie após sofrer um terrível trauma, mas a questão é quantos nós precisamos ser para lidar com nossos próprios traumas ou pressões que sobre nós decaem com tanta frequência e intensidade?

  • brain.png
    Um olhar mais demorado

    O saber vem sempre acompanhado de algo mais, é preciso se apaixonar pelas entrelinhas.

  • a-roda.jpg
    A roda do tempo de Robert

    Robert Jordan foi um escritor estadunidense, reconhecido mundialmente pela saga “Uma roda no tempo” iniciada em 1977 trazendo uma nova perspectiva para a literatura fantástica. Jordan utiliza uma abordagem extremamente detalhista, tornando possível para os leitores uma viagem mental a todos os cenários descritos nos 14 livros que englobam a saga. Além disso Jordan explora as particularidades de seus personagens de modo a ligar intimamente os leitores a cada um.

  • vincent.jpg
    A arte se renova e nos renova

    Loving Vincent, um documentário sobre a vida e morte de um dos maiores pintores da humanidade, Vincent Van Gogh, em forma de "animação pintada", promete abalar as estruturas do mundo artístico. Baseado em 800 cartas escritas pelo próprio pintor, o filme vai além de sua história, trazendo não apenas a beleza de sua arte, mas também toda a sua conturbada e bela essência.