O leviatã chamado sistema

A educação que falha em estimular o ponto forte distinto de cada aluno tornando-nos produtos para um mercado que muitas vezes nem mesmo queremos, a política que vai contra seu povo ao invés de crescer com ele, os três poderes que mais se assemelham a uma eximia peça teatral no tocante ao roteiro, mas ao ser executada é um fiasco total.


leviatc3a3.jpg

Uma frase bastante comum hoje em dia é: “não acredito no sistema”, para todos os lados que olhamos há pessoas revoltadas com o monstro de sete cabeças que é O SISTEMA. A educação que falha em estimular o ponto forte distinto de cada aluno tornando-nos produtos para um mercado que muitas vezes nem mesmo queremos, a política que vai contra seu povo ao invés de crescer com ele, os três poderes que mais se assemelham a uma exímia peça teatral no tocante ao roteiro, mas ao ser executada é um fiasco total.

A verdadeira questão é o que cada um dos milhares que tanto falam deste leviatã sistemático fazem para derrotar o monstro, ou torna-lo dócil? Vejo garotos de 18 anos abandonando escolas por não quererem “seguir um sistema ditatorial”, vejo esses mesmos garotos deitados em casa o dia todo enquanto os pais se matam de trabalhar para sustentarem alguém que não concorda com o que fazem, porém não recusam vídeo games de última geração, as 3 refeições diárias, roupas novas, sapatos e sabe-se lá o que mais.

É realmente muito fácil ir contra algo tão falho, na teoria, mas poucos são aqueles que realmente lutam por um mundo melhor, uma administração mais justa, equidade para todos. Poucos são os que trocam o ócio perpétuo por um dia caminhando ao sol em um protesto, noites mal dormidas em uma ocupação, ou simplesmente largam tudo e buscam a subsistência como forma de vida que há muito nos foi tirada.

Se realmente discorda de algo, mude isso, ou pelo menos tente, caso contrário a única coisa da qual deve discordar é de sua própria hipocrisia.


version 1/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Millene Lima