Rafael Nogueira

Historiando Histórias.

A Negação Do Direito Ao Lazer

O lazer é um direito humano fundamental para o desenvolvimento da sociedade cada vez mais massificada.


A negação do direito ao lazer é algo grave. Uma vez que o lazer é um dos seus direitos sociais, como está escrito no artigo sexto da constituição: “São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.” (BRASIL, 1988).

Desde o inicio da Revolução industrial na Grã-Bretanha, o trabalhador foi condicionado à massificação de sua força de trabalho, alterando sua rotina diária e sua condição física, moral e intelectual. Diante disso, a ONU (Organizações das Nações Unidas) teve o entendimento que o lazer é essencial ao ser humano na sua construção no meio social. Pois com a consolidação do capitalismo e aumento da exploração do trabalhador viu-se a necessidade e a importância do tempo livre: o lazer.

Por outro lado, o mercado entendeu que o trabalhador deve trabalhar descansar um pouco e trabalhar de novo num ritmo infernal e frenético. Todo e qualquer tipo de lazer é visto com desconfiança. Lazer só pode ser honesto se vinculado com a empresa do operário, o patrão que deve conceder a diversão para o empregado. De outra maneira, não é recomendável. Inverte-se a lógica do direito ao lazer como restaurador das energias e de um estado de saúde estável para um mecanismo de dominação tanto da mente como do corpo.

Trabalho é sinônimo de honestidade em nosso país. No nosso país a ordem é trabalhar. Lazer é visto como desculpa para não trabalhar. Triste pensamento. Um país sem lazer, não progride. Não falo de progresso material e econômico. Nisso o Brasil tem tido sucesso nos últimos anos Falo de desenvolvimento humano. E vem a questão. E as pessoas? São seres humanos. A liberdade do lazer faz parte da qualidade de vida.

Lazer.jpg

Fonte: Revista Istoé. Tempo é Dinheiro, Carreira, Família, Lazer, Amigos....


Rafael Nogueira

Historiando Histórias..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Rafael Nogueira