rascunhando

Um Elogio ao Acaso

Bruna Richter

Cabem tantos mundos da minha janela tímida que transbordo em palavras tudo o que me conduz para muito além de mim

A Vida Como ELA É

Mulher pode sim!
Claro que mulher pode!
Aliás, se tem uma coisa que mulher pode... é poder!


Screenshot_2016-12-15-14-35-09-1.png

Esse texto foi feito pra você, Mulher!

Você que é naturalmente. Sem muitas regras preestabelecidas, livre das inúmeras nomenclaturas e etiquetas sem sentido. Mulher, que possui dúvidas sobre o que ainda iremos sentir, construindo o seu lugar em mim ao não me impor escolhas, e me carregando consigo, sem certezas insípidas, mas sim, com confusões saborosas! Que ama com tranquilidade e cria vínculo. Que traz consigo a confiança de existir alguém que te compreende e se orgulha do coração pulsante que você carrega. Mulher que se doa, sem medo do que resta e deixa saudade mesmo sem saber.

Screenshot_2016-12-15-15-46-29-1.png

Mulher que nem sempre corrobora com os sentimentos doidos, pois sabe ser o amor tanto liberdade como entendimento. Que de tanto sentir, por vezes permanece distante, mas depois, se torna retorno e afago e então tudo o que quer é proteger o outro para além dos contratos ou formalidades. Que tem a eternidade do amor calmo e entende o que sentimos mesmo que seja inexplicável - atravessado pelo valor e pela beleza, provocando uma transformação lenta e sutil. O que temos, aliás, é algo simples, e uma vez ou outra, bem complicado. Nós sempre nos tornamos tudo o que é possível ser.

Screenshot_2016-12-15-14-41-59-1.png

Mulher que é continuamente. E despe-me, até que eu fique completamente nu, com a pele em infindável contato com o mundo. Eu, que não tenho contigo medo algum. Faço coisas que não faria com mais ninguém, porque com você me sinto seguro. E você fala comigo coisas nunca antes ditas e me olha como ninguém vê - carente de julgamentos e repleta de aceitação. Deixa-me confortável mesmo que eu esteja inteiramente vulnerável. E se eu estiver de roupa, você tira - tirando também qualquer resquício de vontade que eu tenha de me ajuizar.

PhotoGrid_1481824925161.png

Mulher que é indescritível, e escolhe não viver sozinha com tanta gente especial espalhada por aí. E então, desapega. Tornando qualquer ilusão real, você que é ensurdecedora, compulsória e revolucionaria até o sol surgir, invertendo prioridades e adulterando destinos. Sempre munida de algumas certezas, como também cheia de dúvidas. Mulher que é tudo isso! E surpreende-se gritando por emoções loucas e sem explicações e é incompreendida. Pouco se doariam a te entender, com esse sorriso largo pela manha e um quarto todo desarrumado desse jeito só seu.

Screenshot_2016-12-15-14-49-01-1.png

E porque você é, mulher. E vem ser você justo ao meu lado - entendendo as transições entre dias monocromáticos e noites aquareladas. E faz planos sem saber se no fim os realizaremos, tornando com isso nossa relação viva. Você que é uma pessoa com quem adoro conversar e dividir meu tempo. E me perder no tempo. Mulher que tem desejo de olhar e aprender outras pessoas, mas no fim da noite, da semana, no fim de tudo, me procura pra terminarmos juntos o dia.

Screenshot_2016-12-15-17-40-15-1.png

Mulher que se atenta aos nossos delírios, aos medos, aos anseios, tendo sempre diálogos embebidos de interesse nos pequenos detalhes da vida. E escuta com paciência todos os meus devaneios, desnudando cada silencio. E porque amo quando você me envia mensagens me dizendo coisas aleatórias e sem importância. E posso te ouvir dizer que me ama, e mais ainda, posso dizer isso a você! Nós, que estamos acima do que é hipotético, divagando sobre nossos sonhos sem medos de sermos precipitados.

Screenshot_2016-12-15-17-52-01-1.png

Ah... Mulher! Tão livre de egos sufocantes e de pessoas esvaziadas. Aquela que expulsa de si o seu amor para que ele possa, enfim, ser meu. Mulher que é ainda um mistério pra mim, pois é grata pelo que realmente é por natureza. E sonha alto onde ninguém pode te aprisionar. Tão encantadora sendo você mesma e deixando pra trás todo o mundo que te sufoca. Aquela que tem alma de borboleta: sensível, delicada e leve.

Screenshot_2016-12-15-14-56-22-1.png

Mulher que tem olhos encantadores que me fazem ficar acelerado. Mulher que cria a própria filosofia, abreviando imposições e distribuindo liberdade. E sem nenhum subterfúgio, interioriza-se, você, com poucas rimas e muitos refrões. E por isso, por vezes sinto sua falta, mulher linda, mesmo sem pretextos, mesmo parecendo insensatez. Pois pessoas belas por dentro e por fora encontro várias todos os dias, mas pessoas que queiram construir beleza como você...

Essas são raras!!!


Bruna Richter

Cabem tantos mundos da minha janela tímida que transbordo em palavras tudo o que me conduz para muito além de mim.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious //Bruna Richter