Natalia Cola de Paula

Escrever é fazer arte, é dividir conhecimento, é aprender com cada frase, é libertar-se.
Faço textos diversos e inéditos sob encomenda. Interessados entrar em contato no e-mail: [email protected]

Reflexões de fim de ano

Seja em 2019 a mudança que você quer ver no mundo.


verdadeira-historia-do-ano-novo-1.jpg

É chegada a hora em que todos nós olhamos para o ano que passou e fazemos planos e projetos para o ano vindouro. Como se sabe, 2018 foi um ano turbulento, marcado por profundas mudanças no cenário político, econômico e cultural nacional, mas o intuito deste artigo não é fazer uma retrospectiva acerca dos fatos relevantes de 2018, mas sim fazer com que você, caro leitor, faça uma minuciosa retrospetiva pessoal a respeito de seu ano de 2018.

Nunca é tarde demais para começar a sonhar e fazer algo novo, fim de ano é época de inúmeras promessas, muitas esperanças de que tempos melhores virão, época de espalhar um pouco de amor e fraternidade, só que deveríamos levar esse espírito natalino e de ano novo para o restante dos meses. E o que nos impede? A verdade é que a vida cotidiana quase nunca corresponde às idealizações humanas, por isso, muitas pessoas deixam suas promessas de fim de ano somente como promessas mesmo, pois acabam sendo interrompidas pelas pedras em nosso caminho e diante das dificuldades. Isso é absolutamente compreensível, todavia, agora é época de renovar e fortalecer nossas promessas com nós mesmos, de resgatar aqueles sonhos que foram interrompidos, analisar o que nos fez desistir ou postergar algo que queríamos tanto, e voltar a sonhar de forma consciente, sabendo que dificuldades virão e que não há glórias sem lutas, sabendo que não basta sonhar, é preciso ter força e persistência para tornar os nossos sonhos realidade.

1-carreira-sonhos.jpg

Além de fazermos planos para 2019 e retomarmos nossos sonhos interrompidos, uma outra atividade importante que deve ser feita antes que o ano acabe é colocar na balança os pontos positivos e negativos de nossa vida ao longo de 2018. É pensar onde erramos, aprender com nossos erros, procurar ser uma pessoa melhor a cada dia e transformar cada queda em passo de dança. O ser humano valoriza muito o sucesso (seja lá qual for o seu conceito de sucesso), porém, crescemos muito mais com os fracassos, cada fracasso nos ensina o caminho que nos levará à vitória, se formos persistentes e sábios. Persistentes para não desistirmos diante de nossos erros e fracassos, e sábios para não ficarmos nos flagelando, nos vitimizando por não termos conseguido ou ficarmos culpando os outros por erros exclusivamente nossos.

Um ensinamento derivado da poesia do gênio Fernando Pessoa que gostaria de compartilhar com vocês é o seguinte: "Tudo vale a pena se a alma não é pequena". Realmente, não devemos reclamar de nossas vidas e de nossas experiências, tudo é válido, tudo serve de aprendizagem, cada momento de sua vida tem seu valor, é preciso ter uma alma grande para entender isso, entender que cada coisa tem seu momento e causa de ser, é preciso termos a mente aberta para encararmos cada situação cotidiana de forma que valha a pena. Observo que cada vez mais as pessoas deixaram de enxergar beleza nas coisas simples, nos olhares e sorrisos de quem se ama, nas flores pelo caminho, no entardecer... Observo, ainda, que as pessoas vivem infelizes em seu trabalho, reclamando de tudo, passam a semana toda esperando o mísero fim de semana de dois dias, isso é fazer com que quatro dias de sua semana não valham a pena e somente dois valham, isso é ter a alma pequena o bastante para não ser feliz e aproveitar a maior parte de sua semana, mês, ano e vida...

mensagem-de-fernando-pessoa-2-638.jpg

A vida é muito fugaz para viver lamentando-se. Não leve arrependimentos do ano de 2018, leve aprendizados. A vida humana é muito efêmera para viver o passado no presente, é muito curta para viver flagelando-se com os arrependimentos. Perdoe os outros, perdoe todos que, voluntariamente ou involuntariamente, fizeram com que você sofresse e, acima de tudo, perdoe-se. Perdoe seus erros, perdoe suas fraquezas, perdoe suas imperfeições, perdoe seus fracassos, reflita sobre seus erros e siga em frente. Isso não significa apagar ou esquecer, mas usar o passado como exemplo de aprendizado. Faça com que as coisas boas de 2018 sirvam-lhe de espelho para as experiências que 2019 reserva, e que as coisas ruins sirvam de alerta e aprendizado para que não se repitam.

Antes que esse ano acabe eu só queria dizer-lhe o seguinte, você pode não saber qual é a sua função no mundo e o porquê de sua existência, talvez a intenção seja que você viva sempre procurando, e reinventando-se nesse caminho, mas duas coisas são certas. A primeira, é que você está evoluindo, todos estamos, uns a passos largos e outros a passos lentos. É escolha sua o ritmo de sua evolução. A segunda, é que você não está aqui em vão, o mundo precisa de seu talento, precisa de sua contribuição. Portanto, seja em 2019 a mudança que você quer ver no mundo, faça com que esse ano valha a pena de ser vivido.


Natalia Cola de Paula

Escrever é fazer arte, é dividir conhecimento, é aprender com cada frase, é libertar-se. Faço textos diversos e inéditos sob encomenda. Interessados entrar em contato no e-mail: [email protected]
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Natalia Cola de Paula