redemoinho

Levantando a poeira de seus pensamentos

Fabí Araújo

Historiadora, pesquisadora árdua de sentimentos profundos meu maior desejo é aprender como me teletransportar.
Sonhadora por natureza acredito que rosas são estrelas e estrelas são pessoas brilhando por aí

O DITADOR NORTE-COREANO E SUA SÍNDROME DE LORDE FARQUAAD

Protagonista do mundo surreal que obriga seu povo a viver, o ditador Kim Jong-Un conseguiu incorporar toda a loucura da personalidade Farquaad de ser, com ressalvas para a pior, é claro! Vem comigo, eu explico!


foto_1352.jpg

No filme Shrek o personagem Lorde Farquaad é malévolo, orgulhoso e vaidoso. No seu mundo mais que perfeito não cabem defeitos de qualquer tipo, não os tolera. Apesar disto é desprovido de altura regular, usando de vez em quando pernas artificiais para disfarçar a baixa estatura. Preconceituoso, menos consigo, foi extremamente perverso mandando banir do reino todos os personagens “desadequados” dos contos de fadas.

UM BRINDE AO DITADOR

Thumbnail image for e64ef46e4b55b7c8ad0c5acdad924baa175c12f6b0de768e31bb70f448e796ee_1.jpg

O lorde do primor, do mundo de excelência mesmo que na realidade não o seja, é um déspota decretando a expulsão daqueles não condizentes com o “modelo Farquaad” de qualidade. Tortura, persegue e mutila os despadronizados e desalinhados do lugar. Afinal, para ele a diversidade é incovenientemente perigosa.

O ÍDOLO DO DITADOR

foto_1311.jpg

Kim Jong afirmou ser fã das animações da Disney e adorar o Pateta, talvez até tenha assistido a animação da DreamWorks, tornando-se apreciador do lorde, ou quem sabe o houvesse odiado, detectando nele o “jeitinho” parecido de lidar com os desafetos.

Soberano desde 2011 após a morte do seu pai, o até então ditador Kim Jong-il governou o país com mãos de ferro por 17 anos passando para o filho a mesma ideologia de poder totalitário baseado no *culto à personalidade. Para se ter ideia do caso, o uso de seu nome deve sempre vir acompanhado de alguma qualificação, como: o inigualável patriota e o sol da humanidade.

MEU MUNDO É O MUNDO, O RESTANTE NÃO

kimg jong-un sosia.jpg

Ocasionalmente Kim Jong tem seus "ataques de pelanca" quando determina queimar árvores de natal porque não as suporta ou quando decreta a todos os cidadãos masculinos que cortem o cabelo igual ao dele. Porém diferentemente de Farquaad em pequenos requisitos, o tirano também tem o lado furioso. Não exila ninguém, o que para alguns a redenção seria a glória. Entretanto, faz pior! Manda prender em campos de trabalhos forçados, ou fuzila. Uma bobagem burocrática! E quais os motivos? Os mais fúteis possíveis.

Em 2013 ordenou a execução dos próprios tios por discordarem dele e prendeu por cinco meses um americano que esqueceu a bíblia em cima da cadeira de um clube estrangeiro. A alegação? Ameaça à segurança nacional, já que por acolá não se pode professar nenhuma religião.

KIM JONG X FARQUAAD

foto_1445.jpg

Imagino Kim Jong rindo das implicâncias do Lorde, pensando em como ele é bobo e fraco, visto que praticaria bem mais crueldades em certas cenas. Seria sobremodo letal. Possivelmente tiraria Farquaad da tela dando-lhe boas dicas de como corrigir e disciplinar o povo.

Ultrajado o personagem de Shrek consideraria uma ofensa tais conselhos, o mediria, desdenharia e o classificaria como inadequado. Os dois não se reconheceriam e mesmo que assim acontecesse, disputariam o poder com sangue. Restando apenas um a governar plenamente o império sacrossanto venerável.

Assim, Farquaad como animação jamais em tempo algum poderia imaginar a existência de muitos Kim Jongs por aí. Julgando e criticando, excluindo e maltratando, expulsando do seu meio ou domínio quem não se molda, quem é distinto de alguma maneira.

Farquaad transformou-se em uma síndrome batizada com seu nome numa homenagem às avessas. Uma moléstia bastante ignorada, protelada na preocupação do diagnóstico e do método que afeta o ego. Porém é perfeitamente curável na condição do portador admitir o mal e se propor a tratar-se. O remédio é bem simples por sinal! A indicação é ingerir doses diárias de respeito ao próximo, persistindo com coragem, pois a administração da posologia desce amarga no começo.

Supostamente a síndrome alastrou-se contaminando a maioria das sociedades, portanto tornou-se tão imperceptível aos seus olhos. É natural, é normal ser assim! Existe o direito e o esquerdo, o bonito e o feio, o apropriado e o descabido. Estamos certos é obvio que estamos! E somos legais só por que não mandamos assassinar! Por que não podemos! Por enquanto!

*Termo usado para citar e criticar especificamente líderes políticos que usam o poder para serem exaltados.


Fabí Araújo

Historiadora, pesquisadora árdua de sentimentos profundos meu maior desejo é aprender como me teletransportar. Sonhadora por natureza acredito que rosas são estrelas e estrelas são pessoas brilhando por aí .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Fabí Araújo