reflexão uma aventura na mente.

Escrever é a arte de expressar o pensamento.

Jessie Alves

Graduanda em Arquitetura e Urbanismo. Desenhista Projetista. Artesã, costureira de vez em quando. Apaixonada por tudo que alimenta a alma, pela espiritualidade, artes, viagens(viveria com isso), musica, natureza, livros, cultura e cinema. Por boas conversas, bons amigos, um bom café, uhmmmm, e chocolate com certeza. Com a alma colorida como tecido peruano, solta como uma nômade, e sonhos maiores que eu, mas sempre com pés no chão. Com um coração tatuado de esperança, desenhada por experiências e momentos. Que contos e poesias, amores e alegrias sejam feitos antes do ponto final.

Tenho opinião e gostaria de ter oportunidade de por em pratica na minha própria vida, posso?

Quero realizar meus desejos, quero poder escolher o que desejo, quero não ser terceirizada e sentir de fato a tão falada liberdade em minhas ações e reações.


20150929150751_660_420.jpg

"Já foi tempo que eu baixava a cabeça perante essa sociedade hipócrita na qual vivemos! Depois que descobri o meu verdadeiro eu e passei a me aceitar e a me respeitar como ser humano, igual a qualquer outro, coloquei como prioridade a minha felicidade e deixei de lado o robô no qual a sociedade fazia questão de controlar! Viver é uma arte, só passamos a viver realmente na hora que nos aceitamos da maneira que somos e não da maneira que querem que sejamos." (Tuca Neves)

Depois de muitas auto avaliações e observações em geral, pude perceber melhor como são os parâmetros que a sociedade incuti-o em nós dês de sempre, sobre muitos aspectos e assuntos. Que triste vê tantos tapumes, robôs e pessoas ignorantes e sem amor por conta de muitos conceitos pre formados em momentos que já não se adequam, sobre todos assuntos possíveis.

homem_robo1.jpg

Não quero viver de pernas pro ar pois aprecio a independência, não quero viver de trabalho pois aprecio a vida. Acordar, ir trabalhar, mal ter horário de almoço, volta para o trabalho, chega em casa a noite cansada, com sono, sem tempo para nada, mal ter domingo de folga pra descansar e resolver tudo... Não é essa vida que quero pra mim. Não estou criticando o trabalho, mas a frenética necessidade trabalhar pra ter mais dinheiro, trabalhar pra ser melhor e melhor no ramo, trabalhar para sobressair em algo especifico. Acho valido mas tudo na sua quantidade certa, o que critico é a pessoa não ter vida, e precisar agir assim ou querer agir dessa forma.

LIVERDA.jpg

Infelizmente no precisar, o País não ajuda e não faz com que isso melhore, já no querer, é vontade de cada um, eu só não quero uma vida sem vida assim pra mim. Quero mais do que me achar em algo que goste, quero ser dona de meus horários para viver. Viver aproveitando o que me faz bem, as pessoas que quero bem, me doar e receber. Quero ser significado, quero fazer a diferença, mas não me vejo nesse frenético movimento, não me encaixo nele. Muito tempo sem tempo pra nada. Mas sei que para isso vou ter que passar por muitos períodos, experiencias e momentos ainda, até chegar no meu tempo ideal.

filosofia-e-liberdade.jpg

Enquanto isso vou me formando, como um bebê no útero que com o tempo vai crescendo e se formando, me formo, reformo e estabeleço minhas convicções de cada coisa ao conhece-la, ao aprender a cada dia, ao amadurecer e restabelecer parâmetros sobre todos esses aspectos: tempo, consciência, liberdade, valorização, opinião, igualdade, oportunidade etc.

Creio que seja fundamental se soltar das próprias cordas que buscamos nos prender. Omitir o que querem de nos e procurar saber o que querem para nossas vidas. E resolver o que realmente você é e quer ser, entendendo o caminho a percorrer, sabendo que este por ser novo estará vago e carente, mas basta ter bravura para prosseguir nele, pois apenas quando estiver onde deve estar e onde quer estar, poderá sentir a essência da vida.

tumblr_static_tumblr_static_cyt15289g34scsoscc444sccw_640.jpg


Jessie Alves

Graduanda em Arquitetura e Urbanismo. Desenhista Projetista. Artesã, costureira de vez em quando. Apaixonada por tudo que alimenta a alma, pela espiritualidade, artes, viagens(viveria com isso), musica, natureza, livros, cultura e cinema. Por boas conversas, bons amigos, um bom café, uhmmmm, e chocolate com certeza. Com a alma colorida como tecido peruano, solta como uma nômade, e sonhos maiores que eu, mas sempre com pés no chão. Com um coração tatuado de esperança, desenhada por experiências e momentos. Que contos e poesias, amores e alegrias sejam feitos antes do ponto final..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Jessie Alves