reflexões em pauta

Da objetividade à subjetividade dos fatos

Leila Bonfietti Lima

Jornalista por curiosidade desde que nasceu e por formação desde 2006. Mestre em divulgação científica e cultural. Ama dançar, conversar e desenterrar fatos antigos. Não enxerga nada sem óculos e sorri para as pessoas na rua.

leilalima

Leila Bonfietti Lima

Curiosa, é jornalista por amor desde que nasceu e por formação desde 2006, quando se formou em Comunicação Social – Jornalismo pela PUC Campinas.
Durante a graduação foi monitora da disciplina de telejornalismo e fez diversos estágios em diferentes mídias: jornalismo impresso, online, telejornalismo, institucional, assessoria de comunicação e jornalismo científico. Esse último durante o estágio realizado na Assessoria de Comunicação Empresarial da Embrapa, onde se apaixonou pela divulgação científica.
Depois de formada trabalhou com produção de eventos e, em 2009, entrou para a segunda turma do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor – Unicamp). Com a experiência adquirida durante o estágio na Embrapa, a monitoria na graduação e a bolsa de mestrado da Fapesp, a jornalista pesquisou sobre as assessorias de comunicação que atuam em instituições de pesquisa, realizando a chamada divulgação científica, ou seja, a transmissão de informação e conhecimento para o público leigo em ciência, tecnologia e inovação, com uma linguagem acessível a todos.
Leila defendeu sua dissertação em 2011 e atuou como freelancer em um importante escritório de comunicação de Campinas.
Ainda em 2011 deu início ao blog Penteadeira de Cores, onde escreve um pouco sobre moda, estilo e, atualmente, qualidade de vida.
Em 2012 entrou para o time da Editora Top.Co, onde foi jornalista responsável por três publicações segmentadas: Pet Center/Groom Brasil, Pulo do Gato e Cães Amigos. Poder atuar com revistas foi a realização de um sonho, pois, desde antes de cursar a faculdade, Leila já queria trabalhar nesse segmento. Durante a graduação realizou um curso de jornalismo feminino com a editora da revista Marie Clarie e teve um texto de sua autoria selecionado para a segunda fase do Curso Abril de Jornalismo.
Em 2014 começou a trabalhar no instituto de P&D da Lenovo (o LIC - Lenovo Innovation Center), onde coordenou o departamento de comunicação.
No lado pessoal, a jornalista sempre enfrentou um desafio: a balança. Apesar de ter sido uma criança grande, nunca esteve acima do peso na infância. No entanto, começou a engordar a partir dos 10 anos, quando se consultou pela primeira vez com uma nutricionista e aprendeu a comer um pouquinho de verdura.
Após dietas radicais e sem nenhum sucesso, aos 24 anos começou a tomar remédio para hipertensão e, com 27, depois de ouvir que poderia infartar antes dos 30 anos, decidiu mudar, mas, dessa vez, sem passar fome e incorporando a atividade física em sua rotina. Um mundo novo estava nascendo...

Últimos artigos publicados