rg próprio

amostra gratuita de uma identidade

Luciana Kuchiki Vilar

Observadora atenta do ser humano e do fluxo do comportamento do mundo.
Vive numa eterna descoberta de si mesma e na busca do equilíbrio constante. Questionadora por profissão. Racional e passional. Design de moda é apenas uma das suas facetas, também escreve sobre comportamento, tendências, universo feminino.....Sua identidade está sempre presente no seu blog rgproprio.wordpress.com

Ou isto ou aquilo?

Opções.....Fazemos muitas durante toda a nossa vida inteira, sempre, todo dia, ou hora, a cada instante ou passar de minuto.


...“é uma grande pena que não se possa estar ao mesmo tempo em dois lugares! ...ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . . e vivo escolhendo o dia inteiro! ...mas não consegui entender ainda qual é melhor: se é isto ou aquilo”. (trecho da poesia de Cecília Meireles)

angst-807726_640.jpg

Estamos sempre escolhendo alguma coisa. O problema é que quando escolhemos entre as alternativas que a vida nos oferece, deixamos outras (que também são interessantes) de escanteio. E a dúvida da escolha certa sempre nos atormenta. O questionamento é inevitável e a pergunta sempre surge: “e se tivesse feito tudo diferente, como estaria hoje?” Será que a grama do vizinho é mais verde?

Por isso esta poesia da Cecília Meireles sempre me acompanhou, desde criança quando a conheci e até hoje gosto revisitá-la. Nunca me esqueci dela, e quando estou diante de uma dúvida me pergunto: “ou isto, ou aquilo?”. A questão maior é ter que renegar tantas outras coisas e imaginar que não se pode voltar atrás, só se pode caminhar para frente. Pelo menos é o que tentamos! Muitas das vezes nossas escolhas estão interligadas com as de pessoas que são importantes e convivem com frequência junto de nós. Se decidir por um lado podemos magoar o outro ou nos sentirmos magoados, o que nos gera culpa e inseguranças.

A gente está sempre tentando (principalmente, nós, mulheres) agradar sempre, tudo e a todos, e nessa, geralmente, acabamos nos perdendo e ficamos no meio de um turbilhão de acontecimentos, o que acaba por nos complicar ainda mais ao invés de surtir um efeito positivo. O caminho é rever nossos conceitos, repensar nossos dilemas, reagir intuitivamente e sentir-se bem, em primeiro lugar.

Não é só uma questão da escolha certa, mas também de escolher aquilo que nos favorece sem prejudicar a ninguém.

Imagens: Pixabay


Luciana Kuchiki Vilar

Observadora atenta do ser humano e do fluxo do comportamento do mundo. Vive numa eterna descoberta de si mesma e na busca do equilíbrio constante. Questionadora por profissão. Racional e passional. Design de moda é apenas uma das suas facetas, também escreve sobre comportamento, tendências, universo feminino.....Sua identidade está sempre presente no seu blog rgproprio.wordpress.com.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// //Luciana Kuchiki Vilar