rg próprio

amostra gratuita de uma identidade

Luciana Kuchiki Vilar

Observadora atenta do ser humano e do fluxo do comportamento do mundo.
Vive numa eterna descoberta de si mesma e na busca do equilíbrio constante. Questionadora por profissão. Racional e passional. Design de moda é apenas uma das suas facetas, também escreve sobre comportamento, tendências, universo feminino.....Sua identidade está sempre presente no seu blog rgproprio.wordpress.com

Redefinindo-se

A busca pela autodefinição, o convite para descobrir a sua própria imagem, a aprovação da sua diferença. As redefinições que as mulheres estão entendendo como uma bela realidade, sem a necessidade de seguir padrões estéticos.


peteLinforth.jpg

Hoje existe uma crescente de mulheres que estão tendo orgulho de ser aquilo que são. Acredita? Isto não deveria ser algo moderno, mas na atual sociedade em que vivemos pode crer que é uma tendência. Por incrível que pareça isto traduz a atual condição feminina. Não estou me referindo ao exclusivo universo da moda, porém num âmbito geral, incluindo todas as facetas femininas. Falo pelo universo feminino porque é aonde brota mais este tipo de questão.

A mulher está aprendendo a estar de bem consigo mesma, a se achar linda como ela realmente é, sem artifícios. Se olharmos um pouco para a história da moda, podemos ver que durante anos fomos vítimas de um padrão, dependendo da época ou da década, estávamos tentando sempre pertencer a um determinado esteriótipo. Não que este comportamento tenha acabado por completo, ainda existe muitas mulheres que querem ser o que não são.

poster-316690_960_720.jpg

O que quero dizer é que existe um movimento de autodefinição do padrão de beleza. Ou seja, aceitar as diferenças e usar ao seu favor, acreditar na realidade pessoal e saber aproveitar os benefícios que cada um possui. Empoderar-se da sua condição, do seu padrão, da sua própria característica. Tornando-a bela. Sem precisar ficar toda malhada, siliconada, alisada, platinada, plastificada!

Existe muito mais do que isso em toda mulher. Obviamente que sendo parcialmente feminista, e mulher, acredito no valor que cada uma faz de si mesma. Já está mais do que comprovado, a capacidade feminina, em todas as áreas nas quais opera. Aprendendo a conviver com as diferenças naturais que existem no mundo, o que é fascinante. Tornar-se senhora de si, e saber tirar proveito do que é natural. Nada mais forte do que crer neste poder.

Imagens:Pixabay


Luciana Kuchiki Vilar

Observadora atenta do ser humano e do fluxo do comportamento do mundo. Vive numa eterna descoberta de si mesma e na busca do equilíbrio constante. Questionadora por profissão. Racional e passional. Design de moda é apenas uma das suas facetas, também escreve sobre comportamento, tendências, universo feminino.....Sua identidade está sempre presente no seu blog rgproprio.wordpress.com.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious //Luciana Kuchiki Vilar
Site Meter