rg próprio

amostra gratuita de uma identidade

Luciana Kuchiki Vilar

Observadora atenta do ser humano e do fluxo do comportamento do mundo.
Vive numa eterna descoberta de si mesma e na busca do equilíbrio constante. Questionadora por profissão. Racional e passional. Design de moda é apenas uma das suas facetas, também escreve sobre comportamento, tendências, universo feminino.....Sua identidade está sempre presente no seu blog rgproprio.wordpress.com

você sabe o que significa perennials?

Perennials, ou aqueles que levam ums estilo de vida "ageless", sem idade definida. São, especificamente, mulheres acima dos 40 anos.


thedigitalartist.jpg

O conceito de millennials já está mais difundido do que nunca em diversos lugares, principalmente na web. São aqueles nascidos entre os anos 80 e 95, ou também a chamada geração Y. Um grande mercado consumidor.

Agora descobriu-se um outro grande nicho: perennials, ou aqueles que levam um estilo de vida "ageless", sem idade definida. São, especificamente, mulheres acima dos 40 anos.

O conceito vem de "perene" e foi criado no fim do ano passado, pela empreendedora de tecnologia Gina Pell, na revista Fast Company.

Para ela: "é uma pessoa que cultiva um estilo de vida que harmoniza hábitos e gostos de diversas idades. Um movimento que não se baseia em noção cronológica, mas em identidade social".

Ou seja, fora ao conceito de meia-idade.

lightstargod.jpg

A SuperHuman, uma produtora de Londres especializada em conteúdo feminino, realizou uma pesquisa onde foram entrevistadas mais de 500 mulheres acima de 40 anos no Reino Unido, confira o resultado:

  • 2/3 dessas mulheres acreditam estar no auge da vida,
  • 67% se sentem mais confiantes do que há dez anos,
  • 84% acreditam que não podem ser definidas pela idade,
  • 90% têm estilo e atitude muito mais jovens do que tinham suas mães.

"Essas mulheres têm sede de experiências tanto quanto as millennials”, afirma Sandra Peat, cofundadora da SuperHuman.

Além disso, mais do que nunca, estão dizendo por aí que os 40 são os novos 30...

Independente de idade o que importa é a atitude, o comportamento e o estado de espírito. Não achar que está velha demais para determinadas coisas... Não se importar tanto com a opinião dos outros... Não precisar da aprovação de ninguém...

A maturidade traz uma forma de liberdade que até então era desconhecida, uma liberdade de quem deseja buscar viver de uma maneira mais suave e sem tanto peso pra carregar.

stocksnap.jpg

Desmistificando a velha rotina de filhos e trabalho. Afinal, tudo o que temos na vida são fruto da opção e das escolhas que um dia fizemos. Sem lamentações!

Saber que cada época vivida teve o seu momento de importância e serviu de aprendizado. E que é legítimo se reinventar e buscar novos desafios. Poder ter a certeza de que é sempre possível recomeçar.

Sem autossabotagem ou cobranças inúteis.

A ideia é ir mais a fundo, não é só uma questão de fase, roupas para vestir ou lugares a frequentar. É uma questão de estilo de vida. De escolha própria. De ter coragem de encarar a própria vida e saber o que fazer com ela. Acertando ou errando? Uma questão para ser assimilada e digerida a longo prazo. Uma vez que, com toda certeza, ainda nos resta algum tempo!

imagens:Pixabay


Luciana Kuchiki Vilar

Observadora atenta do ser humano e do fluxo do comportamento do mundo. Vive numa eterna descoberta de si mesma e na busca do equilíbrio constante. Questionadora por profissão. Racional e passional. Design de moda é apenas uma das suas facetas, também escreve sobre comportamento, tendências, universo feminino.....Sua identidade está sempre presente no seu blog rgproprio.wordpress.com.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/sociedade// @obvious //Luciana Kuchiki Vilar