rumos

quando não há verbetes para o porvir

Rudson Vieira

..rumos seguem, mesmo em silêncio. Dobrei o horizonte sob os joelhos e ponderei; rumos seguem, mesmo introspectivo.

Aspargos - Oblitereis

Pausa para o lanche. O copinho descartável com café, o biscoitinho de nata, duro. Neste
momento observava a máquina de fotocópia parada. Não sabia ao certo porque não havia
ninguém fazendo ela cuspir folhas e mais folhas de números e palavras. Caminhou pelo
corredor de cubículos e foi para a rua. Biscoito triturado na garganta, café quente e amargo no
estômago, copinho descartável descartado na lata de lixo bege.


aspargos.jpg

Andou pela calçada em direção ao restaurante self-service de costume. Preferiu não usar o delivey, preferiu ir até a montanha verde. Comia alface, espinafre, couve, cenoura, batata, beterraba, peito de frango na grelha e em especial, aspargo.

Pouco a pouco ela fazia desaparecer o alimento do prato. Deixava vestígios no guardanapo. Viu que na mesa ao lado a bazófia era devorada com voracidade. Com veracidade abaixou a cabeça e não quis observar quem estava nas mesas ao lado. Sentou, esperou o garçom. Pediu. Bebeu água. Chegou seu pedido e um copo de suco de abacaxi. Olhou primeiro se o aspargo estava no prato. Estava.

Sentou na latrina delicadamente. Limpou-se, levantou e deu descarga. Lavou as mãos, ajeitou o cabelo, pagou a conta, guardou o vale transporte do troco no bolso e saiu. Ficou com o gosto do almoço na boca.

Enquanto voltava para o trabalho, tentou lembrar quantas vezes tinha almoçado sozinha depois da desova das tartarugas marinhas. Acompanhou pela televisão, reportagem documentário. Brincando andou tocando as pessoas na rua. Sorria e tocava em quem passasse, era como se transmitisse a quem tocava algo que ela experimentou. Repentinamente começou a olhar no rosto das pessoas que tocava, sentiu um familiar cheiro e na face daquela pessoa viu a semelhança de Fausto.

Aterrorizada esboçou chorar. Fechou os olhos e temeu gritar. Abaixou a cabeça e de forma desesperada e estabanada correu. Correu e entrou no primeiro ônibus que passou, nem esperou ele parar. Todos os ônibus que passavam naquela rua passavam também na rua onde ela mora. Deixou para trás sua bolsa. Estava com muita fome.

Aspargos segue...

Aspargo-_--1080x675.jpg


Rudson Vieira

..rumos seguem, mesmo em silêncio. Dobrei o horizonte sob os joelhos e ponderei; rumos seguem, mesmo introspectivo..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// @obvious //Rudson Vieira