sem papas na língua

O que eu tenho pra te dizer é que...

Daniella Lins

Amante de boas histórias, escritora por amor e professora por formação. Gosta de tocar a alma das pessoas através das expressões artísticas, principalmente por textos. Gosta de cativar e ser cativada. Autora do Blog Sem Papas na Língua. http://sempapasnnalingua.blogspot.com.br/

Vamos exigir menos de nós mesmos e dos outros?

Muita gente hoje em dia procura demais, idealiza demais, exige demais de si e dos outros. Cuidado com as exigências! Talvez você não seja capaz de cumprir-lás, muito menos o outro.


tumblr_lnjr1jwtwl1qb28evo1_500_large.jpg

Eu penso que nós mulheres, em específico, ficamos muito preocupadas em querer saber o que os caras querem e deixamos de saber o que nós de fato queremos. Por quê querer mudar pra agradar ou chamar a atenção de alguém? Por quê querer se encaixar nos padrões estabelecidos pelo outro?

Talvez seja esse o motivo de tantas frustrações, de tanta gente querendo se encontrar e estar se desencontrando: exigir demais de si mesmo, do outro e tentar satisfazer as vontades desse outro alguém. Cada um quer uma coisa e querer agradar à todos me parece uma tarefa muito difícil e desnecessária.

Mana, seja você mesma e agradará a pessoa "certa". Pode parecer que essa última frase seja um clichê ou uma daquelas frases que encontra-se em livros de auto-ajuda, mas que expressa muito sentido, se pararmos pra pensar em quem somos.

Porque quando você começa à se comportar da maneira como o outro deseja que você seja, acaba sendo apenas um personagem, e geralmente não dá pra sustentar um personagem por muito tempo, um momento a máscara cai. Sem contar que se colocar em segundo plano por conta de um outro alguém, você só será feliz a medida que esse permitir.

Uma certa vez, um cara com quem eu conversava, me disse uma lista de qualidades e requisitos que ele gostaria de encontrar numa mulher ideal. Aquilo logo me soou à prisão, um enquadramento, logo quem não estivesse nos padrões dele, então não era boa pessoa? (E primeiro, que a mulher e o homem ideal nem existem). Ele estava restringindo o campo de possibilidades que ele mesmo poderia ter de encontrar alguém bacana. Mas as pessoas mudam e espero que ele tenha mudado de conceito.

Já um outro rapaz, me contou que ele fez de tudo pra engordar porque a namorada gostava de homens mais cheinhos... Complicado! Depois que ele engordou, ela largou ele com a desculpa de não amá-lo mais. Vai entender os seres humanos?! Não é fácil! Por isso que você tem que saber quem é e o que quer pra si próprio. Você tem que mudar aquilo que te incomoda, não apenas porque o outro disse.

Sim, tem muita mulher e muito homem por aí mudando, as vezes o que não quer, para satisfazer as vontades do outro. A partir do momento que eu desejo ser quem eu não sou em função de um outro alguém, acabo me anulando. Tudo em excesso causa desordem, desconforto, crises, infelicidade.

Muita gente hoje em dia procura demais, idealiza demais, exige demais de si e dos outros. Cuidado com as exigências! Talvez você não seja capaz de cumprir-lás, muito menos o outro. Esse não tem culpa e geralmente nem sabe que você cria um padrão, que cria expectativas. Isso é tudo projetado pela sua mente e você pode modificar isso.

Estamos sempre exigindo muito e olhando pouco os detalhes. As exigências anulam a simplicidade, o que deveria ser espontâneo. A exigência acaba por se tornar uma regra que talvez o outro não esteja disposto a cumprir. Porque quando algo que deveria ser natural, virá obrigação... Hummm... causa logo um sufocamento, desinteresse.

Tem gente que qualifica beleza como o principal requisito que o outro tem de ter. Quando na verdade, beleza pode acabar ou aparecer em 10 minutos de conversa. A beleza é subjetiva e muita das vezes não se pode medi-lá com os olhos. Outros almejam um parceiro com dinheiro, com carro, que more perto, que tenha tattoo, que seja [email protected], [email protected], [email protected], [email protected], [email protected] Eu hein! Gosto todo mundo tem, mas não planeje uma listinha de exigências, você pode não encontrar! As pessoas não são mercadorias, são pessoas.

Conhecer o outro tem dado lugar ao imediatismo, a pressa tem tomado lugar ao que não se pode prever. Queira ser sempre uma pessoa melhor e o melhor chegará a você.

O fato é que, nunca vamos agradar à todos, muito menos sermos perfeitos. E toda vez que você ficar mal porque não cumpriu os requisitos estabelecidos por um alguém, você vai aos poucos deixando de ter uma identidade, a medida que troca de personalidade toda vez à favor de alguém, que talvez nem deseja que você faça isso. Não há nada melhor que sermos quem quisermos ser e atraírmos pra perto de nós aqueles que de fato sentem prazer em estar conosco pelos atributos que apresentamos. Lembre-se também: o outro não é obrigado a satisfazer suas vontades.


Daniella Lins

Amante de boas histórias, escritora por amor e professora por formação. Gosta de tocar a alma das pessoas através das expressões artísticas, principalmente por textos. Gosta de cativar e ser cativada. Autora do Blog Sem Papas na Língua. http://sempapasnnalingua.blogspot.com.br/.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Daniella Lins