sintonia

A frequência quem define é você.

Luiz Alberto Portes

Um espírito aprendiz que aprecia o infinito, mas se perde em uma tigela de brigadeiro.

Transmimento de pensação

Uma brincadeira com as palavras ou um jogo, como preferirem. Talvez já tenha sido presenciada por muitos e ao menos por alguns instantes, alimentou o desejo de que ocorresse com mais frequência em dias de tão escassas lembranças.


Artigo21A.jpg

Acabamos de nos teletransportar para vários tipos de ambientes. Obviamente, são diferente destes que estamos neste exato momento. São escritórios de diversos tamanhos e suas acomodações. Salas, corredores, auditórios, espaços em hospitais, escolas, clubes, faculdades, etc.

Em todos, a presença de pessoas confortavelmente instaladas e outras nem tanto. Talvez até mesmo dentro de um ônibus, onde além do exercício de equilíbrio, é preciso dividir a atenção com diversas outras situações.

Vamos lá. Logicamente não estaremos fisicamente, mas não é difícil traçar os contornos em nossas mentes. Desenhamos cada imagem e vamos inserindo as características que compreendemos serem as que se encaixam em cada um destes ambientes. Em todos, estão acontecendo inúmeras aulas práticas de convivência com exemplos de tolerância, amizade, amor, justiça, humildade e por aí vai uma sequência generosa. O leque é imenso e está à disposição.

No meio desta movimentação toda, muita coisa passa desapercebida pelos nossos humanos, imperfeitos e rebeldes sentidos. Mas não para aquele amigo ou amiga que mais temos afinidade. Não para aquela mãe ou pai coruja que estão sempre atentos, mesmo quando se está longe, seja do outro lado da cidade ou do outro lado do país ou do mundo. Não para irmãos que não precisam ser gêmeos para terem as mesmas sensações. É comum que as vibrações emitidas por cada pensamento consoante se busquem. Aliás, é assim. Bem-vindo à sociedade.

Artigo21B.jpg Direcionar bons pensamentos é um começo.

A brincadeira do telefone quando toca, e que no breve espaço de tempo até seu atendimento, tentamos sentir quem está do outro lado, é mais do que uma simples coincidência tão glorificada nos dias de hoje.

E como é bom presenciar gente sintonizada com quem se ama. Como é bom saber o que é amar e ser amado. Ter a sinergia a lhe trazer sorriso naturalmente em todos os dias, não importando em qual ambiente esteja.

Pois nada mais importa. Trocamos pensamentos com nossos amados e consequentemente com o nosso mundo.

Queria encerrar este texto aqui.

Mas agora peço só mais um minuto.

Na introdução citei uma maior frequência em dias de tão escassas lembranças.

Há muita gente que transmite pensamentos, mas não captamos nenhum.

Não vou nem mesmo citar exemplos de onde estão, de onde se encontram. Muito menos dizer que pode ser alguém próximo. Pois de próximo, ainda não entendemos quase nada.

Fica a encargo de cada um, essa tentativa de transmitir algum pensamento.

Paz.


Luiz Alberto Portes

Um espírito aprendiz que aprecia o infinito, mas se perde em uma tigela de brigadeiro..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// //Luiz Alberto Portes