solidão sociável

O uivo do Silêncio e a descoberta humana do verdadeiro Conhecimento

Yan Masetto

Em busca do equilíbrio fundamental para viver. Escreve para sobreviver, pois com palavras supera os obstáculos cotidianos. Um pouco de louco, somado a um fator imparável para pensar e refletir a vida que rodeia a cada passo.

Trilhas sonoras de games: encantamentos eternos

As músicas fazem parte de nossos dias. As músicas nos embalam, nos dão o tom do ambiente, de nossos sentimentos, de nossas almas. E nos oferecem a melhor experiência quando se trata de games. Games especialistas em criar boas trilhas sonoras são games lembrados pela eternidade. Aí vai um pouco da eternidade que nos foi legada!


f69bbe33fc2d6666801e3524865dc7c6.jpg

Todos já tivemos músicas que nos embalavam em vários momentos de nossas vidas. E isso não se limita a momentos românticos, não, mas sim em outros tantos momentos, como de tristeza, como de raiva, ou até mesmo como de vitória e agradecimento. Se analisarmos friamente, em cada instante de nossos dias cantarolamos, ou mesmo deixamos tocar em nossos tocadores eletrônicos e grandes playlists músicas que nos comovem, que nos fortalecem e nos reforçam o dia que está por vir.

Porém, para um determinado grupo, a música tem um valor parecido, sim, entretanto um valor de completude ao que se dedicavam: os conhecidos como gamers sempre se refestelaram por conta das trilhas sonoras dos jogos. E isso não é uma restrição a um tipo de jogo, mas a todos. Com este texto pretendo trazer algumas obras-primas dos vídeo-games!!!

  1. 1. O tema do encanador italiano

Sim, meus caros, a música tema de Super Mario Bros., talvez a mais conhecida dentre todos os gamers. Foi um game, digamos, matriz, e todos que têm um histórico de jogos passou por ele já. Mas o que mais surpreende é exatamente o tema: todos a reconhecem, imediatamente, após o primeiro segundo. É uma música que nos lembra um grande desafio, mas um desafio bem interessante, da época mais antiga dos games. No mais, é icônico, e não tem como fazer parte de uma lista de músicas que tocam os corações dos jogadores por todas as épocas.

  1. 2. O tema do elfo sem voz definida

Pois é, a Nintendo Inc. corroborando para que a vida de muitas pessoas fossem feliz. Não é exagero dizer isso. Se pensamos em músicas que nos embalam, e que nós buscamos para as nossas playlists, as músicas que envolvem a enorme - e maravilhosa - saga de The Legend of Zelda sempre estarão ali. É que a história de Link e suas aventuras está mais além do que podemos considerar como um bom jogo: diria que é difícil encontrar furos, ou até mesmo grandes críticas para com o jogo, seja de qual plataforma, ou em qual época for lançado. É um game eternizado, e por isso merece a presença em nossa lista!!!!

  1. 3. A história do que fala como os dragões

Não querendo fazer um percurso do passado até o presente, eis que uma música que muitos (talvez todos!!!) reconheçam dos games mais atuais: o tema de Dovahkiin, ou também conhecido como Dragonborn, de The Elders Scrolls V: Skyrim. De muitos jogos inventados, a ambientação, e não só o tema principal, são bem elogiados. Perambular pelas terras a pé te oferece uma sensação de ambiente único, que diria que poucos jogos são capazes de criar. Muitos reclamarão disso, mas é uma verdade. E não só de florestas, pinheiros, neve ou cavernas vivemos em Skyrim: dentro das tavernas os bardos nos oferecem as músicas históricas sobre as antigas guerras, as vitórias e até mesmo do retorno do famoso Dragonborn. É por isso que este tópico leva duas músicas!!!

  1. 4. O garoto camaleão

Pois é, um game realmente das antigas tem uma música que embala, que é fenomenal para se jogar. O ambiente fica disposto para se vencer, ir além. E no melhor esquema de músicas em bits que se pode imaginar. Kid Chameleon é um clássico, um game de profunda complexidade, de transformações e tudo mais. E o fenomenal dos games antigos, sem dúvida, é que são antigos e conseguem fazer tanto efeito quanto qualquer game mais novo.

  1. 5. Os grandes gênios da música ambiente

Para o final do texto, tinha que ser um final glamoroso. Muitos dirão que eu esqueci, ou deixei de lado algumas trilhas famosas, mas trilhas famosas não fazem games ficarem bons. Não se esqueçam, as grandes sagas são eternas também por conta das músicas. E aqui vos trago a genialidade da SquareSoft, atualmente SquareEnix: a saga de Final Fantasy.

E não é só com os temas de batalhas que a empresa leva fácil: é com os temas de Boss também. Basta ouvir e aproveitar cada instante, você fica na vibe para enfrentar um ser mais poderoso, isso é um fato.

Desde o primeiro, os temas são quase idênticos, mas com uma mudança ínfima, o tom do game ia junto. Sem sombra de dúvida, cada Final Fantasy tem um enredo, mas todos seguem um padrão. E este padrão é respeitado, ou melhor, aproveitado e adaptado para o game atual. No mais, o game nos legou o que considero a melhor música já inventada para jogos: One Winged-Angel, o tema de Sephiroth. E para que todos fiquem felizes, deixo aqui a versão do game:

E, como menção honrosa, a do filme baseado no game Final Fantasy VII, que foi a melhoria de algo perfeito:

No mais, é isso: games nos embalam, nos desafiam, nos fazem rir e chorar, mas as músicas que os ambientam favorecem, e muito, para que sejam grandes e lembrados pela eternidade. Obviamente existem muitos outros, e a lista não é tão longa, sem contar a preferência pelos RPGs da Square, mas é só um pouco para nos lembrarmos que os jogos estão muito longe de serem puramente entretenimento: eles são levados a sério, e nos trazem boas sensações sim, sem levar em conta a questão dos enredos e da profundidade de discussões filosóficas em cada história.


Yan Masetto

Em busca do equilíbrio fundamental para viver. Escreve para sobreviver, pois com palavras supera os obstáculos cotidianos. Um pouco de louco, somado a um fator imparável para pensar e refletir a vida que rodeia a cada passo. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Yan Masetto
Site Meter