somos todos aprendizes

Compartilhando impressões

Lígia Bernar

Acredito que somos todos aprendizes e capazes de fazermos o que quisermos. Só não podemos ficar paradas (os). É preciso estar atenta (o), forte e agir! Quem me acompanha?

8 temas que faz "Game of Thrones" ser um sucesso

Uma leitura dedicada aos fãs tardios da série. Contém muitos spoilers.


game-of-trones_foto de capa.jpg

Abaixo, seguem algumas impressões dos motivos pelos quais a série, Games of Thrones faz tanto sucesso pelo mundo. A autora que escreve neste espaço faz parte do grupo de telespectadores tardios da série. Ela já era intrigada com o fato de que todas as pessoas que assistiam a série, ficavam fanáticas por ela. E não entendia os porquês. Depois que assistiu a todos os episódios exibidos até agora. A autora se viu também concretizando algumas atitudes que achava completamente estranhas, como por exemplo, deixar de sair para ver o que vai acontecer no episódio tal da temporada tal. Pagou pela boca, como dizem. Ou como diz o ditado popular “Melhor nunca dizer nunca”.

Vamos aos 8 temas que fazem Games of Thrones ser tão grandiosa:

1º – Incesto

1incesto.jpg

Dá para contar nos dedos os roteiristas que se arriscaram em inserir em suas tramas um dos maiores tabus de todos os tempos, o incesto. David Benioff, D.B. Weiss, Bryan Cogman e George RR Martin, roteiristas da série, são bem corajosos e não tem medo de polêmica.

Os sentimentos que vem com o incesto são diversos. Destaque para o óbvio, juízo de valor, quando a maioria das pessoas dos Sete Reinos repugna tal ação que resultou em três crianças, dois meninos e uma menina. Manipulação e mentira: por ser uma prática proibida, até mesmo nos dias atuais, Cersei e Jaime Lannister tem que esconder de tudo e de todos que tiveram filhos. Para todas e todos, Joffrey, Mycerla e Tommen são filhos da Cersei com o então Rei Robert Baratheon. Inclusive, as crianças possuem o sobrenome Baratheon e não, Lannister. Acreditar na própria mentira é um dom para poucos. Jaime Lannister, tem dificuldades de aceitar que os sobrinhos não são sobrinhos, mas sim filhos, porque por muito tempo ele e a irmã Cersei tiveram que manter segredo. Amor puro e desmedido: Em diversos diálogos, Jaime Lannister diz “Nós não escolhemos quem amamos!”, uma forma de justificar o amor que ele sente pela irmã. Justificável até mesmo, quando eles transam dentro da Igreja ao lado do caixão do filho que morrera envenenado, Joffrey. Um amor que ultrapassa qualquer convenção da sociedade ou de uma religião. Não há como passar despercebido e nem conseguir ficar calada (o) diante de tanta ousadia.

2º - Idiomas próprios e civilizações distintas

2_civilizaçõesdistintas.png

O roteiro é tão rico que em alguns momentos do enredo, dependendo do lugar em que alguns personagens estão. O idioma muda. Há dothraki e o valiriano (dividido em alto valiriano e baixo valiriano). Dizem até que David J. Peterson, inventor de idiomas, formado em inglês pela Universidade da Califórnia, se inspirou na língua portuguesa para criar os idiomas que são falados na série. A riqueza dos detalhes vai além dos idiomas, dependendo da civilização, as roupas, culturas, hábitos e tradições modificam bastante. E acompanhar tudo isso, deixa os telespectadores muito intrigadas (os). Há uma cena do casamento de Daenerys Targaryen (Mãe dos dragões) com Khal Drogo (dothraki), em que os dothraki tem o costume de fazer sexo na frente de todos, como se fossem cachorros e cadelas. E tem mais, um casamento dothraki precisa ter uma morte, caso contrário, o casamento terá má sorte.

3º - Mudanças abruptas mudançasabruptas.jpg

Quem acompanha a série, precisa aprender a gostar de mudanças. Ou pelo menos acostumar-se com elas. Porque tudo pode mudar em um episódio. Quem estava no poder, de repente não está mais. E você, do outro lado da tela, fica imaginando, como é que vai ser agora, como eles vão desenrolar isso? É difícil adivinhar, e haja ansiedade para esperar o dia da semana, geralmente aos domingos, na HBO, para saber o que vai acontecer. Vide, morte de Jon Snow no final da 5ª temporada.

4º - Spoilers e fanatismo

spoilers.jpg

Como Game of Thrones é baseada na série de livros de fantasia épica As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R Martin, os espertinhos que já leram os livros, adoram contar o que vai acontecer. Mas esquecem-se que Game of Thrones é uma série baseada nos livros e não quer dizer que tudo que está no livro pode acontecer na série da televisão. Por outro lado, surgiu uma rede de pessoas que se sustenta da ansiedade e do fanatismo de muitos fãs da série. Tem gente que escreve e vende inúmeros livros com spoilers que foram supostamente vazados da série.

5º- Dragões e Os Outros, Caminhantes da Noite

dragões.jpg

Além da violência, casamentos arranjados, mulheres sendo tratadas como meras reprodutoras e sadismo. Entre alguns dos diversos assuntos que encontramos na série. Há três dragões e um exército de mortos/zumbis. E, acredite, não dá para desviar o olhar da tela nem por um minuto.

6º - Feminismo

brienne tarth.jpg

Em Westeros, tem feminismo também. Arya Stark e Brienne de Tarth, são as melhores representantes feministas da série. Arya com suas “aulas de danças”, aprendia esgrima. E Brienne soltava frases como “Nunca quis ser uma lady”. Melhores personagens em uma série em que as mulheres só servem para ser esposas, mães ou amantes. É um respiro para quem não quer ver o feminismo de fora de uma série cheia de detalhes e tão rica, como Game of Thrones.

7º- Religião

fé dos sete.jpg

Tem pelo menos três religiões bem controversas na série, a de Stannis Baratheon, o Senhor da Luz, Fé dos Sete e Deus das Muitas Faces. Tanto a religião “Senhor da Luz” como a “Deus de Muitas Faces”, há diversos sacrifícios, muitos deles, levam a morte. A Fé dos Sete, aparece mais na 5ª Temporada e é uma espécie de seita que chegou para acabar com os pecados de Kings Landing ou Porto Real. A pergunta que fica é se a religião vai intervir na monarquia. Na História Mundial, a Igreja conseguiu por muito tempo intervir na política, economia e na justiça social da vida de muitas pessoas.

8º Peter Dinklage, o Tyrion Lannister

Tyrion-Lannister-tyrion-lannister-34524597-1900-1050.jpg

Melhor atuação do ator, sem dúvida. Ele merece todos os louros que está colhendo com a série e pós-série.

Para vocês, quais seriam o 9º e o 10º item da lista que poderiam estar entre as respostas dos motivos da série fazer tanto sucesso? Aguardo a contribuição de vocês. Até porque precisamos ter assunto, já que vamos todos esperar por um ano para ver os desdobramentos da 6ª temporada da série. E até lá, falta muito.


Lígia Bernar

Acredito que somos todos aprendizes e capazes de fazermos o que quisermos. Só não podemos ficar paradas (os). É preciso estar atenta (o), forte e agir! Quem me acompanha?.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 8/s/cinema// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Lígia Bernar