sphere

um olhar mais demorado

O futuro imaginado no passado

Um costume na mídia do começo do século XX, a chamada arte retro-futurista.


atomiccity-456x600.jpg
Em 1942, Frank R. Paul transformou o futuro numa cidade high-tech, "Cidade do Futuro da Energia Atómica".

Temos qualquer fascinação pelo futuro, pelo desconhecido, por isso sempre o imaginamos de uma maneira realista ou romântica. Mas seja como for, já não é de hoje tal costume. A nossa obsessão incessante em mapeá-lo existe desde os tempo das cavernas, no qual os homens o desenhavam nas paredes. Também podemos verificar uma forte tendência deste costume na mídia do começo do século XX, a chamada arte retro-futurista. Hoje, também, vários artistas arriscam retratar o futuro de diversas maneiras e em diversas vertentes artísticas. No cinema, na pintura e na arquitetura, o futuro é exposto para o deleite de nossa imaginação.

50sgermany-396x600.jpg
Ilustração de uma revista alemão, 1950.

broadacre.jpg
Como Frank Lloyd Wright imaginou o futuro em 1932.

2000postcard2-600x387.jpg
Em 1900 como o futuro foi imaginado pela empresa alemã de chocolate, Hildebrands.

1939_worlds_fair_1a.jpg
Como New York foi imaginada em 1939.

today.jpg
O futuro das casas de hoje, na visão do cartunista Steven M. Johnson.

1881ThomasNast1-558x600.jpg
Em 1881, na edição do Semanário Harper, Thomas Nast previu as formas de Manhattan.

80s.jpg
As megalópoles imperialistas do futuro, imaginado na década de 80.

70sspace1.jpg
A década de 1970 prevê um futuro verde, mesmo no espaço.

1850cartoon1.jpg
Uma caricatura de 1850 retrata um futuro com o céu cheio balões como meio de locomoção.

19281-459x600.jpg
A visão sci-fi do artista Frank R. Paulo, em 1928.

60s.jpg
As cidades com pernas, imaginadas em 1960.

gotham-412x600.jpg
As metrópoles imaginadas em 1929.


rejane borges

Gosta das cores de folhas secas ao chão. E das cores das folhas velhas dos livros..
Saiba como escrever na obvious.
version 12/s/design// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //rejane borges