sphere

um olhar mais demorado

Debussy e sua obra imortal

Claude Debussy não pode ser considerado como o modelo de um determinado tipo de música, mas, um compositor plural, que passeava entre os gêneros com muita facilidade.


Claude Debussy

Achille-Claude Debussy (Saint-Germain-en-Laye, 22 de Agosto de 1862 -- Paris, 25 de Março de 1918) reuniu a música orquestral, de câmara, para piano, vocal, ópera e balé. Um dos traços mais marcantes de sua trajetória artística foi a polivalência. Claude Debussy não pode ser considerado como o modelo de um determinado tipo de música, mas, um compositor plural, que passeava entre os gêneros com muita facilidade. Suas principais composições foram Prélude à l'après-midi d'un faune (1894), a ópera Pelléas et Mélisande (1902) e La Mer (1905), além da exponencial Clair de Lune (1890).

A personalidade artística de Debussy foi importantíssima para a música francesa, assim como na própria história da música. Há que considerar, em primeiro lugar, o seu papel como renovador da linguagem harmônica, cujo vocabulário aumenta graças a novas concepções na formação e encadeamento dos acordes. Tais concepções eram por alguns consideradas subversivas em relação ao modelo tradicional, enquanto outros consideravam um alargamento, uma evolução de princípios, inspirado por Chopin, Liszt e Mussorgsky.

debussy.jpg

Quanto ao ritmo, foi igualmente um desbravador, e a sua obra é prima, quanto ponto de partida para as modernas explorações rítmicas do século XX. A influência de Debussy foi enorme, um marco histórico e seu legado foi base de estudo para artistas como Bartok, de Falla, Dallapiccola e Villa-Lobos.

Suite Bergamasque - Clair de Lune

Partitura - Suite Bergamasque - Clair de Lune


luhana pires

arrisca-se na autoria de textos e excertos poéticos, movida por uma espécie de paixão pelas palavras..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //luhana pires