sphere

um olhar mais demorado

Os primeiros 10 anos da obvious

10 anos depois a Obvious é - e continuará a ser - um espaço de tudo e de nada. De coisas importantes - aparentemente sem importância, de coisas intemporais, coisas simples que, afinal, nos seduzem e dão corpo à nossa vida.


10anos.png

Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

Tabacaria, Álvaro de Campos

Todos os anos, quando a obvious comemora mais um aniversário, sou assolado pelo mesmo dilema. Como posso escrever algo comemorativo sem cair no lugar comum dos textos de aniversário? Confesso que nunca encontro uma resposta certa e acabo por cair na recordação dos momentos iniciais desta publicação.

No entanto, este ano é especial. São dez anos. Uma década que não poderia deixar de assinalar de uma form especial e sentida. Permitam-me, portanto, um texto mais intimista sobre este projeto que nasceu quase de uma forma acidental, e me acompanha desde então.

Estávamos em 2003 e o mundo acordava para uma nova realidade global, ainda na ressaca do 11 de Setembro. Novos conceitos digitais estavam à porta, para mudar profundamente o nosso estilo de vida. Twitter, Facebook, Iphone, iPad e Android simplesmente não existiam e, mesmo assim, a vida na terra era possível, acreditem. A obvious nasce no meio desse frenesim digital, no princípio da democratização dos conteúdos por meio dos blogs e pré-redes sociais - numa história que já contei há alguns anos.

O projeto, tal como muitos, começou do zero. A única coisa que existia era uma enorme determinação em fazer aquilo que mais gostávamos: Escrever e partilhar com todos o nosso olhar - numa temática relacionada com cultura, expressão, opinião e estética. Daí, nasceu a nossa primeira punch line "um blog sobre cultura, tecnologia, expressão e opinião.

Mais tarde, fruto do crescente número de leitores - e à medida que íamos aprimorando os nosso estilo - a Obvious foi mudando. Tornou-se mais plural, com mais colaboradores e rumo a uma fase mais profissionalizada. Passamos, então, a ser "um olhar mais demorado" - lema que nos acompanha até aos dias de hoje e transmite muito da nossa essência. Através de uma olhar atento, conseguimos escrever sobre o que nos rodeia de uma forma simples e diferenciada.

À medida que mais pessoas se voluntariavam para participar deste projeto cultural, no final de 2011, acabamos por abrir um novo espaço: nascia o obvious lounge, um local que daria mais liberdade de publicação e partilharia muita da audiência da obvious com os diversos autores. Foi com muita satisfação que vimos esse espaço crescer e afirmar-se.

Como tudo, nem sempre fomos marcados por sucessos e facilidades. Existiram dúvidas, hesitações e problemas. Foram nesses momentos que nos viramos para a nossa comunidade de leitores e nos sentimos especiais porque, afinal, foi possível descobrir pessoas que partilhavam dos nossos princípios. Foi, também, nesses momentos que descobrimos pessoas especiais que continuam próximas e contribuem para a afirmação deste espaço.

Não irei cair num dos clichés mais comuns dos momentos de aniversário, partilhando números e sucessos. Simplesmente passaram-se 10 anos. E ainda aqui estamos.

O meu desejo é que a Obvious continue a afirmar-se, sem abdicar dos seus princípios. E nos anos vindouros, consiga continuar a ligar-se a esta comunidade maravilhosa de leitores que todos os dias nos motiva a fazer mais e melhor.


benjamin mendes

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp, eros //benjamin mendes