sphere

um olhar mais demorado

Os edifícios imaginários de Federico Babina


Uma obra de arte pode ser um edifício? Para Federico Babina, sim. Esse talentoso ilustrador e arquiteto decidiu fazer esse exercício de criatividade. Sua proposta é mostrar que a arquitetura está impregnada de arte. E o resultado são ilustrações projetadas através do estilo de cada artista, seja ele pintor, escultor ou arquiteto. Confira o incrível resultado dessa experiência lúdica.
Pintura, escultura e arquitetura sempre se complementaram. São obras distintas mas que conversam entre si,conectadas pela inspiração e criatividade e principalmente pelos sentimentos que são capazes de despertar nas pessoas que as contemplam.

Com esse pensamento de que uma arte complementa a outra que o arquiteto e ilustrador espanhol Federico Babina resolveu dar a sua própria interpretação para grandes obras da humanidade. E com uma linguagem lúdica expressou a estética de alguns artistas à sua própria maneira, criando edifícios imaginários que trazem a mesma mensagem de pintores, arquitetos e escultores famosos por seu talento, irreverência e vanguarda.

Obras icônicas de artistas como Andy Wharol, Marcel Duchamp, Pablo Picasso e Salvador Dalí, Joan Miró foram imaginadas em formas arquitetônicas de acordo com as vertentes utilizadas por cada um deles de acordo com o ponto de vista de Babina.

Federico explora a relação simbiótica entre as artes e a forma como interagem umas com as outras. Ele tentou imaginar como seria uma casa projetada por Dalí ou um museu desenhado por Miró, por exemplo. "Eu gosto de encontrar a arquitetura escondida em universos paralelos, nesse sentido a ilustração me ajudaa explorar linguagens alternativas. Estas imagens representam um mundo imaginário de formas que usam o pincel para pintar arquitetura", disse Babina.

O ilustrador também é responsável pela série Archine, que retrata através de ilustrações minimalistas alguns dos edifícios famosos do mundo do cinema. Cada "construção" representa clássicos do cinema, como "Bonequinha de Luxo" (Blake Edwards), "Star Wars" (George Lucas), "Janela Indiscreta" (Alfred Hitchock), "Dogville" (Lars von Trier), "O Grande Lebowski" (Joel Cohen/Ethan Cohen) e "O Desprezo" (Jean-Luc Godard),por exemplo.

Além disso, também criou a série "Arquitetura de A a Z", onde cada letra do alfabeto corresponde a um arquiteto, de acordo com a interpretação de Babina. Em cada ilustração, o artista criou um edifício surrealista como parte de uma cidade imaginária. Nomes como Oscar Niemayer, Le Corbusier e Jacques Herzog constam entre as 27 belas ilustrações de Federico.

Anteriormente o arquiteto espanhol criou a série "Archipixel", onde retrata em figuras de 8-bits arquitetos mundialmente famosos juntos de suas obras. Um trabalho sensível, criativo e que desperta nossa curiosidade para analisar melhor as grandes obras da História da Arte.

Depois de ver esses pôsteres criados por Federico Babina fica fácil perceber que é possível encontrar a arte escondida através de formas arquitetônicas ou perceber a geometria de um prédio pintado em uma tela.

Conheça mais do trabalho de Federico Babina aqui.

Fontes: P3 / deezen


petit gabi

é uma pessoa comum, que gosta de escrever sobre coisas comuns, para pessoas comuns..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/arquitetura// @obvious, @obvioushp //petit gabi