sphere

um olhar mais demorado

Cheiro de chuva

Você já ouviu falar sobre sinestesia? Uma sensação marcante acompanhada de outra percepção, quando um estímulo é captado por um dos seus sentidos e traduzido, automaticamente, por outro. Imagens com cheiro, sons com cores. Neurônios artisticamente adaptados.


Um sinesteta possui habilidades especiais e experimenta a realidade através de um calidoscópio, ampliando a variabilidade das próprias impressões e percepções. A maioria das pessoas recebe os estímulos externos e os processa em paralelo no cérebro, porém, no cérebro dos sinestetas, essas trajetos se interceptam e produzem misturas no processamento da informação.
Já foram catalogados 61 tipos de sinestesia, mas as causas ainda não foram mapeadas de forma categórica, mas sabe-se que a sua manifestação está relacionada a pelo menos três cromossomos.

Emoções que possuem cheiro

Ocorre o cruzamento entre os receptores olfativos do sistema nervoso central e o sistema límbico, que regula as emoções, faz com que, um cheiro provoque de imediato uma emoção, ou que a dita emoção o faça sentir um cheiro. O cheiro do alecrim, por exemplo, pode provocar ansiedade. Ou, simplesmente, ao sentir ansiedade a pessoa, de súbito, sente o cheiro do alecrim.

Sabores interligados à temperatura

Sensações diferentes misturando-se no sistema nervoso central. E, em decorrência, o sabor do café pode chegar a provocar calor, ou uma sensação febril.

Cheiros com sons

A confusão entre o córtex auditivo e os receptores olfativos, ocorre captação de sons no momento em que a pessoa está decifrando ou percebendo um cheiro. Há relatos de cheiros ruins que produzem barulho desagradável para alguns sinestetas.

Sons coloridos

Os sons não seguem em direção ao córtex auditivo, passam antes pelo córtex visual. E um resultado provável e detectado é que uma sonoridade de uma nota musical ganha também tonalidade visual, fica colorida.

Existiram e existem muitos sinestetas pelo mundo, alguns famosos:

Richard Feynman
Físico ganhador do Nobel em 1965, relatava ver letras e números coloridos.

Wassily Kandinsky
Pintor russo embaralhava os quatro sentidos: visão, audição, olfato e tato.

Eddie van Halen
O guitarrista americano, fundador da banda Van Halen, possuia a capacidade de ver notas musicais coloridas e usava a "nota marrom", em seus discos.


luhana pires

arrisca-se na autoria de textos e excertos poéticos, movida por uma espécie de paixão pelas palavras..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //luhana pires