sphere

um olhar mais demorado

5 Erros Fatais na Perda de Peso

A menos que você queira recuperar os quilos perdidos tudo novamente, não deseje emagrecer muito rápido. Entenda que o seu organismo precisa de tempo para identificar um novo ritmo metabólico e, por isso, emagrecer devagar é o ideal.


pesopeso.jpg

Perder peso nunca é fácil e, muitas vezes, sentimos que não estamos fazendo nenhum progresso. O ponteiro da balança pára de baixar e desanimamos, voltando aos velhos hábitos e, se não engordamos, ficamos na mesma. Com o tempo a frustração toma conta e viramos aquelas pessoas que odeiam dietas e acham que emagrecer é somente para alguns escolhidos. Pois não, não é. Emagrecer é para todos e se você precisa se livrar de alguns quilos extras, nao caia na armadilha do ódio e da frustração. Sacode a poeira e comece de novo mas, desta vez, lembre-se de que você primeiro precisa saber que é um caminho longo a se trilhar. Não existe dieta mágica nem quilos e quilos perdidos em dois meses...

Obviamente que a receita todos sabemos (talvez nem todos): dieta balanceada, controle de porção e exercícios físicos. Contanto que voc6e seja saudável e não tenha nenhum problema em seu metabolismo, se você seguir essa receita por um determinado período de tempo não há motivo para não emagrecer e alcançar seu objetivo. Mas, deve-se ser forte para resistir a tentações e, claro, perseverante. Como todos já sabemos não é fácil. Não existe um método mágico e rápido para emagrecer saudavelmente. Por tanto, prepare-se emocionalmente porque o caminho é mais longo do que desejamos.



Mas, primeiro, vamos perceber quais erros cometemos e que nos tira do caminho para o almejado alvo:

1 - Ter a mentalidade errada
Como já foi dito, mudar como percebemos a dieta e, o que é mais importante, como o nosso corpo realmente funciona quando o expomos a determinado tipo de regime alimentar é essencial para se ter sucesso. Muitas são as vezes em que começamos por estabelecer um objetivo a curto-prazo. Queremos baixar um tamanho em duas semanas e por isso recorremos a uma dieta da moda que nos promete resultados rápidos e irrealistas. Depois, quando conseguimos o que queremos, voltamos aos velhos hábitos e, provavelmente, ao peso de antes. É a isto que se chama ter uma mentalidade de curto­ prazo.

Foque no longo prazo. Não pense apenas em quanto peso quer perder, ou em quanto tempo tem para atingir esse objetivo. Pense antes em fazer escolhas mais saudáveis, aquelas pequenas mudanças no seu dia a dia que irão realmente fazer a diferença, e adote de vez e para sempre.
Um estilo de vida saudável lhe levar­á a melhorias significativas a seu tempo, tendo como resultados mente e corpo mais saudáveis!

2 - Comer muito pouco
Não corte drasticamente o seu consumo calórico. O nosso corpo percebe e age como se algo estivesse errado, dificultando a perda de peso, é o que chamamos de instinto de sobrevivência do corpo. Quando damos ao nosso organismo menos de 70% das calorias de que ele precisa para funcionar corretamente, o corpo entra em estado de alerta. Sim, perde-se peso no começo, no entanto, depois de um determinado tempo, você vai perceber que o peso não baixa. Isto é o seu organismo achando que algo está errado e, portanto, ele começa a reter calorias, ou seja, o metabolismo fica mais lento para que não queimamos nosso estoque de gordura muito rápido em caso de estarmos passando necessidade. Se pensarmos por este lado é um quadro um tanto romântico. Nosso corpo nos ajuda a sobreviver, o cérebro manda a mensagem. Se persistir numa dieta radical (com menos de 1000 calorias por dia) por muito mais tempo, também irá comprometer a sua massa muscular, a qual será utilizada pelo seu corpo como fonte de energia.

Isto é simplesmente um instinto básico de sobrevivência do seu corpo quando há um decréscimo drástico de energia, por isso, deve lhe mostrar­ que não está em perigo. Como? Cortando as calorias de maneira gradual e progressivamente, nunca descendo muito abaixo do "nível de manutenção". Além disso, como não se sentirá com fome a toda a hora, é mais provável que consiga manter a dieta e evitar comer compulsivamente, e isso é uma grande ajuda à motivação!

3 - Focar no errado
Quando estamos em dieta, focamos em cortar, automaticamente, a gordura. No entanto, muitos cometem um erro drástico: nem toda gordura é, necessariamente, má. E, sem o tipo certo de gordura, seu organismo começa a funcionar incorretamente e isso pode afetar várias funções. Como evitar que sua saúde seja afetada? Seja inteligente. Gordura não é o vilão da dieta. E sim o açúcar que, consumido, é estocado em forma de gordura pelo organismo.

gorduras-boas.jpg

Saiba investir na tipo de gordura certa, que é benéfica para o seu organismo: óleo de côco, abacate, azeite de oliva extra-virgem, de boa qualidade, manteiga, gordura das nuts, ou seja, das castanhas e amêndoas, a gordura das sementes, gordura de peixes, óleo de peixes, etc...esse tipo de gordura ajuda o seu organismo a manter-se funcionando bem durante uma dieta e é extremamente necessária para sua saúde, suprindo funções vitais para o corpo. Portanto, não tenha medo de gordura boa. Consumida com moderação, ela é a melhor amiga de uma vida saudável.
Também, tome cuidado com o açúcar escondido em produtos industrializados como molhos, pratos prontos, pães brancos, massas, biscoitos, etc...

4 - Exagerar no cardio
Fazer cardio suficiente é importante para queimar gordura, não restam dúvidas quanto a isso. No entanto, lembre-se de que há mais de uma forma de fazê-­lo. Passar horas na esteira só é eficaz até certo ponto, pois irá queimar calorias durante o treino, mas não por muito tempo. Para uma melhor performance tente intercalar os tipos de exercícios. Se fez um pouco de cardio, parta para os pesos, depois faça circuitos com exercícios compostos, como as flexões e os agachamentos, há menos risco de comprometer a massa muscular que tanto lhe custou a ganhar.

academia-original.jpeg

5 - Ignorar os pesos
Se acredita que a musculação prejudica o progresso da sua perda de peso, pense duas vezes. Este é definitivamente um dos maiores mitos e, consequentemente, um dos erros mais comuns que as pessoas cometem.
Primeiro, deve saber que quanto mais massa muscular tiver, mais calorias irá queimar em repouso. Por outras palavras, a sua Taxa Metabólica Basal (TMB) é mais elevada. Além disso, o treino com pesos acaba por alterar a composição corporal e a aparência física. Quando você faz apenas cardio contínuo e constante, sem dúvida que perde peso, mas não acaba por parecer muito diferente. Ao desenvolver massa muscular, irá não só acelerar a sua evolução, como também melhorar o seu aspecto e te dar um melhor entorno corporal.

Aviso: Esta informação não substitui a orientação e acompanhamento de um profissional de saúde


version 8/s/lifestyle// @obvious //Frederico Albuquerque