Bruna Ribeiro

Mas o que dizer sobre mim? Bom... Eu sou eu (JURA?). Eu sou eu com minhas qualidades e defeitos; com a minha imperfeição de querer ser perfeita e excepcional; com os meus gostos e hobbies. Uma metamorfose ambulante em meio de milhões.

Não esqueça; aprenda e cresça

Cicatrizes estão ali para quem as olhar em você pensar: algo que esta pessoa fez não deu muito certo e a estragou. Mas, por que cicatrizes, de alguma forma, teriam o objetivo de estragar alguém?


Muita gente olha para o seu próprio corpo e encontra algumas falhas, sejam elas grandes ou pequenas. E não, não estou falando de falhas que mulheres veem, como um nariz maior, um dente torto e/ou separado, estou falando de cicatrizes.

Harmione's_Scar.png

Cicatrizes são aquelas marcas, às vezes discretas, às vezes mais expostas, que mostram que algo aconteceu ali. Algo marcou no seu corpo, ou melhor: na sua vida. Pode ser um risco na perna, no braço, no rosto... Cicatrizes estão ali para quem as olhar em você pensar: algo que esta pessoa fez não deu muito certo e a estragou. Mas, por que cicatrizes, de alguma forma, teriam o objetivo de estragar alguém? Infelizmente, por uma questão de estética e de opinião alheia, muitos vão te olhar de olho virado, repreendendo ou achando que uma cicatriz faz de você uma pessoa errada, ou feia. Mas não é bem assim...

Acredito que uma cicatriz esteja ali para te lembrar de algo que você fez, ou que fizeram com você, que fez de você o que é hoje. Não é uma simples opinião que deve fazer você mudar quem você é: você deve mudar para se sentir bem, e não porque a sociedade não vai mais te repreender por isso. Uma cicatriz, seja marcada na pele, ou marcada nas tuas memórias por algum ato errado ou perdido seu, te mostra que você viveu. Você não apenas viveu, mas arriscou a sua vida, seja em favor de outros, seja em favor de você mesmo ou até sem você ter um consentimento. Mas isso não significa que você deva ser tratado, visto e sentir-se como uma abominação.

Harry_Potter_Scar.png

Você teve a coragem, sobreviveu ou apenas não fez o que deveria fazer, mas hoje você é quem você é por ter aprendido com o que você viveu, que lhe deixou aquela marca. Você cresceu para que pudesse viver e deixar mais marcas, visíveis ou não, para continuar acertando, errando, e, simplesmente, vivendo. Independente do que os outros vão pensar, você deve viver, afinal, opiniões alheias e divergentes sempre vão existir, mas devemos viver a favor do que nos faz feliz. Uma cicatriz nos faz sermos nós mesmos, e nos torna únicos.


Bruna Ribeiro

Mas o que dizer sobre mim? Bom... Eu sou eu (JURA?). Eu sou eu com minhas qualidades e defeitos; com a minha imperfeição de querer ser perfeita e excepcional; com os meus gostos e hobbies. Uma metamorfose ambulante em meio de milhões..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Bruna Ribeiro