Bruna Ribeiro

Mas o que dizer sobre mim? Bom... Eu sou eu (JURA?). Eu sou eu com minhas qualidades e defeitos; com a minha imperfeição de querer ser perfeita e excepcional; com os meus gostos e hobbies. Uma metamorfose ambulante em meio de milhões.

Querido amor da minha vida,

Além de qualquer defeito, a imperfeição nos levou à perfeição desse sentimento guardado só pra nós, que eu vou carregar pro resto da vida.


Escrevo isso aqui por que, talvez, essa não seja a primeira coisa que você vai ler que eu tenha escrito. Talvez você nem passe pela minha vida até antes de eu morrer, afinal essas coisas acontecem, não é? Ou talvez você já tenha até passado, me encontrado e desencontrado, nunca se sabe... Estamos falando da vida! Mas, o que importa não é isso... Queria fazer uma pequena descrição do forte sentimento que você me proporciona, e que, felizmente, sinto intensamente a recíproca verdadeira.

tumblr_lgs878TlUM1qatolyo1_500.jpg

Entenda que talvez algumas coisas eu não te diga (ou não disse) pessoalmente. Mas você é o meu amor, não é? Sabe como sou... Gestos pra mim sempre falaram mais (talvez até mais do que eu deveria interpretar deles). Entenda que eu te amo quando eu te olho sorrindo; quando eu dou risada de uma piada talvez sem graça demais, mas que você riu de uma forma tão magnificamente contagiante que eu só consegui te amar cada vez mais; quando eu me preocupei com a sua segurança em uma pequena ou grande viagem; quando, enquanto você dormia de forma tão pacífica (e às vezes pesada também), e a minha insônia disparava, eu deixei você descansar; nos momentos que eu, sem querer ou esperar nada em troca fiz uma carícia inocente em alguma parte do seu corpo (e até quando, sem querer, às vezes querendo, eu fiz uma não tão inocente assim); quando eu quero ler/ouvir suas opiniões sobre algo que importa muito pra você; se eu ri com você, e tive também a audácia de chorar na sua frente enquanto algo não me fazia bem, ou até quando fazia tão bem que eu não queria largar de jeito nenhum; quando eu assistia algo na TV que eu não estava tão afim, mas que você estava vidrado; quando escutei aquela música insuportável que, de repente, virou a melhor música do mundo; quando eu briguei com você e, sem você saber, logo em seguida já queria pedir desculpas porque odeio (ou odiava) estar naquela situação; e quando a gente se reconciliou da melhor forma possível, do nosso jeito, de todos os jeitos que nos conecta e nos traz de volta a realidade feliz da vida.

Entenda que isso tudo é uma forma de te dizer que eu me importo, que eu te amo, e que se eu te quero (ou te quis) pra vida inteira, é porque você não só me ajuda em momentos tristes, mas me faz feliz apesar deles. Além de qualquer defeito, a imperfeição nos levou à perfeição desse sentimento guardado só pra nós, que eu vou carregar pro resto da vida.

Eu entendo se você, meu amor, for tão tímido quanto eu pra não dizer isso na minha face. Como eu disse: essa imperfeição me enche de mais amor por você. Sei que a gente faz (ou vai fazer) de muitos quaisquer momentos tristes da nossa história as melhores coisas do mundo. As maiores declarações estão guardadas para os melhores momentos, como o nosso casamento, ou pro primeiro “eu te amo” sincero e intenso, que vai fazer nossos corações pulsarem tanto quanto o sorriso gigantesco que aparecer nos nossos rostos, talvez até umas lágrimas nos olhos e, com certeza, um abraço apertado, um beijo carinhoso e intenso e um sexo com aquele amor do “eu te amo” que a gente trocou há uns 30 minutos? 1 hora e meia?

Entenda que nós nos amamos e vamos nos amar. Nessa vida, na vida que já passou, na pessoa que talvez já cruzou o meu caminho e que pode cruzar de novo.

Amor da minha vida, esse eu te amo foi especial pra você. Você foi amado por mim da forma mais intensa que eu acho que poderia sentir. E te agradeço por me proporcionar essa experiência magnífica que foi amar alguém e ser amada.

Que foi amar você e ser amada por você.


Bruna Ribeiro

Mas o que dizer sobre mim? Bom... Eu sou eu (JURA?). Eu sou eu com minhas qualidades e defeitos; com a minha imperfeição de querer ser perfeita e excepcional; com os meus gostos e hobbies. Uma metamorfose ambulante em meio de milhões..
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/recortes// //Bruna Ribeiro