Bruna Ribeiro

Mas o que dizer sobre mim? Bom... Eu sou eu (JURA?). Eu sou eu com minhas qualidades e defeitos; com a minha imperfeição de querer ser perfeita e excepcional; com os meus gostos e hobbies. Uma metamorfose ambulante em meio de milhões.

Você é o que você cativa

Para além de ser responsável pelo que você cativa, o que você cativa se torna o que você foi ontem, o que é hoje e o que será amanhã.


Analisando de forma leiga a série norte americana "How I Met Your Mother", eu consegui notar uma coisa um tanto curiosa, depois de assistir tantas vezes os mesmo episódios do seriado: Ted é um reflexo de todos os seus amigos. E isso é completamente aceitável também em nossa vida cotidiana e as amizades que nós cativamos.

No seriado, Ted Mosby passa por muitos altos e baixos, numa longa história sobre como ele conheceu a mãe de seus dois filhos. Nessa longa história, ele passa grande parte de seu tempo (das histórias que ele conta) com seus quatro amigos: Robin, Barney, Marshall e Lily, cada qual com diferentes personalidades. Eles formam um grupo bastante dinâmico e divertido que nos mostra diversas histórias ao longo de nove anos.

How-I-Met-Your-Mother-Bar-650x431.jpg

Entendido isso, vamos ao que interessa:

Ted, solteiro, já começa o primeiro episódio com a meta que ele estabelece de que ele quer, e vai encontrar, o amor de sua vida. Podemos considerar Ted um homem sonhador, romântico, responsável, mulherengo (em certos pontos), aventureiro e com alguns talentos bastante delicados.

O melhor amigo de Ted, Marshall, é tão sonhador quanto ele, e tão romântico quanto, também. Já Lily, esposa de Marshall, é uma pessoa completamente responsável; Barney é o amigo pegador, mulherengo, que gosta de uma aventura e faz com que todos os seus dias sejam lendários; Robin, talvez, seja a que menos se pareça com Ted, por ser tão séria e um pouco fria, a princípio, com relacionamentos. Apesar disso, ela é a amiga que, assim como Ted, tem o poder de encorajar os amigos para continuar sonhando e não desistir. E foi o que ele fez: não desistiu. E continuou sonhando, se aventurando, sendo romântico, meigo, encantador, não desistindo de ser feliz.

Pensando nisso, olhe para você e o seu círculo íntimo de amigos. Você pode ser uma pessoa totalmente divertida junto com seu amigo que é completamente extrovertido; você pode ser uma pessoa séria, assim como seu amigo mais estudioso que você conheceu na escola; você pode ser romântico e sonhador assim como seu amigo que vive criando e imaginando histórias para suas vidas. Então, seja seus amigos, seja você. Seja responsável com o que cativa e continue cativando a si mesmo e aos outros.


Bruna Ribeiro

Mas o que dizer sobre mim? Bom... Eu sou eu (JURA?). Eu sou eu com minhas qualidades e defeitos; com a minha imperfeição de querer ser perfeita e excepcional; com os meus gostos e hobbies. Uma metamorfose ambulante em meio de milhões..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Bruna Ribeiro