todas as frequências

Se não me permitires escrever, de que me vale a liberdade de sonhar?

Márcia Carvalho

Espero que tenham gostado.

Dar uma chance é dar-se uma chance também

Se você é daqueles que costuma achar que “figurinha repetida não completa álbum” e não acredita que a segunda chance pra alguém pode ser bom também você, talvez, seja a hora de lembrar que para toda regra existe uma exceção. Se há tranquilidade em seu coração, permita-se colar a figurinha no lugar, só que agora com um pouco mais de cuidado.


casal.jpg

A verdade é que não existe fórmula, nem mágica. A possibilidade de um relacionamento que já acabou 03 vezes não dar certo é muito grande. Mas, são possibilidades e não regras. Por todo canto eu já ouvi histórias de casais perfeitos que um dia, simplesmente, acabaram o relacionamento sem que houvesse uma briga sequer. Já soube de tragédias, crimes passionais, amores bandidos que não acabaram bem. Sei de amores doentios, de posse, de medo do desconhecido e de comodismo. Conheço casais que namoraram mais de uma década e não deu certo. Que tiveram vários filhos e mesmo assim, não deu certo. Esses mesmos casais, logo após a separação encontraram um novo amor e 01 mês depois se casaram, dando início a uma vida de muito amor. Portanto, no que diz respeito a relacionamento, não existem regras. Não podemos basear nossa vida na experiência alheia. Figurinha repetida, pode sim completar um álbum. Não é vergonha voltar atrás, desde que haja respeito por si e pelo outro. O que não podemos repetir são os mesmos erros. Dar-se demais e gerar muita expectativa, por exemplo, pode minar qualquer relação.

Mas, lembre-se! Não há regras. O conselho é fazer diferente. Que tal um diálogo honesto entre as duas partes? Se vocês ainda estão conversando e o sentimento é saudável, pode ser que tenham algo a resolver. Senão, siga em frente sem deixar nada pra trás.

Não é chato falar, mas é péssimo cobrar. Se você sabe bem quais são as falhas do outro e se isso é demais pra você, voltar para uma vida de angústia é uma escolha perigosa. Mas, se vocês estão preparados e maduros pra aceitar o outro, então, pode estar aí, o princípio da felicidade.

Não a felicidade dos livros infantis ou romances, mas a felicidade em gotas que minimiza as dores do mundo e te conforta com um abraço, ou uma palavra de carinho.

Permita-se!


Márcia Carvalho

Espero que tenham gostado..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Márcia Carvalho