Luísa Bem Dal Pozzo

Estudante adoradora do cinema, da literatura, do teatro e da música. Por vezes, arrisca escrever um texto carregado de sentimentalismo (quase piegas, eu diria).

Você precisa saber

Você precisa saber de mim.


Você precisa saber que eu vou me interessar facilmente por tudo o que você falar ou fizer.

Você precisa saber que cada minuto que você demorar pra responder uma mensagem minha vai ser uma aflição e ansiedade imensas.

Você precisa saber que eu vou ouvir cada mensagem de áudio sua infinitas vezes só pra poder ouvir o som da sua voz e sentir você mais perto de mim.

Você precisa saber que cada vez que você me ignorar eu vou desejar sumir pra todo o sempre.

Você precisa saber que cada silêncio seu vai ser desesperador pra mim.

Você precisa saber que eu me apego facilmente às pessoas ao meu redor e dói demais quando elas simplesmente vão embora.

Você precisa saber que eu levo muito a sério aquela frase do pequeno príncipe que diz assim "tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas". E você me cativou.

Você precisa saber que eu não sei ser simples, eu não sei ser rasa. Ou eu amo muito, ou eu odeio. Não sei sentir pouco.

Você precisa saber que eu vou me preocupar mais contigo do que com qualquer outra pessoa.

Você precisa saber que me dar carinho e atenção vai delegar-lhe uma imensa responsabilidade.

Você precisa saber que demonstrar interesse por mim e depois agir como se nada fosse vai fazer com que eu deseje morrer. E talvez eu até faça alguma besteira.

Você precisa saber que às vezes eu não posso ficar sozinha, e ter mostrado o mínimo de preocupação comigo pode fazer com que a sua presença seja a única capaz de me salvar.

Você precisa saber que às vezes eu vou precisar ficar sozinha, só na minha própria companhia.

Você precisa saber que sua ausência pode significar a minha também.

Você precisa saber que eu sou muito intensa. Um mínimo olhar pode significar o mundo pra mim.

Você precisa saber que eu me machuco muito fácil. Em todos os sentidos da palavra.

Você precisa saber que eu tenho tendências autodestrutivas e psicóticas.

Você precisa saber que tenho idealizações suicidas e que já tentei -ou pelo menos pensei em- me matar várias vezes.

Você precisa saber que eu sou tímida e quieta. Muitas vezes eu vou estar precisando de ajuda, mas vou ter muita vergonha de pedir. Outras tantas eu vou querer dizer-lhe algo, mas não vou ter coragem de dizer.

Você precisa saber que eu vou amar você pra sempre. Mesmo que a gente não dê certo. Porque eu não sei esquecer. Você precisa saber que eu não sei simplesmente parar de amar. Por isso, você tem que saber que você será única pra mim.


Luísa Bem Dal Pozzo

Estudante adoradora do cinema, da literatura, do teatro e da música. Por vezes, arrisca escrever um texto carregado de sentimentalismo (quase piegas, eu diria)..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Luísa Bem Dal Pozzo