Samira Calais

  • people-1492052_1920.jpg
    Eles exigem força

    Eles exigem da gente força. O tempo todo. Entre nós mulheres, irmãs de luta, temos criado uma união e uma rede de empatia que nos fortalecem. Mas, ao chegarmos em casa, nos sentimos sozinhas.

  • woman-2083304_1920.jpg
    Coragem, menina

    Ela era som. Era movimento. Era tão luz. Mas entre rodopios e canções amou. E sem perceber fundiu o eu em outro. E ela virou dois.

  • sad-505857_1920.jpg
    Pra que rimar amor e dor?

    Será que o final feliz vale a pena se temos um enredo tão difícil? Será que não é melhor tentar buscar algo diferente da trilha sonora de um sertanejo qualquer e tentar a “sorte de um amor tranquilo”?

  • girl-1868930_1920.jpg
    Não vai rir?

    Na TV faziam piada com a sua cor. Nas rodinhas contavam aquela do negão. “Só faz merda”, “macaco”, “coisa de preto”. Risos. Acuada. Quieta. Cismada.

  • IMG_20180418_140215.jpg
    Viva real (ou nada menos que tudo)

    A vida não vale a pena se não estivermos inteiros. Inclusive na dor. Inclusive nas dificuldades. Mas, principalmente no amor. Não se culpe de sofrer. E muito menos de ser feliz. Mas, em hipótese alguma se culpe de sorrir em meio a tristezas ou turbulências.

  • received_10215972724300386.jpeg
    Não ando só

    Ela para e olha em volta. Pensa nas mulheres incríveis da sua vida, nas irmãs de luta, nas que ainda nem conhece. Se sente firme, segura. Tem certeza da força de todas juntas.

  • girl-2696947_1280.jpg
    Imperfeita

    A pergunta a encarou: “Como você se sente em relação ao seu corpo?”. Acho que ela ainda não estava preparada para esse questionamento.

  • obviousimaggrito.jpg
    Ouça

    Qual foi a última vez em que você ouviu a sua própria voz? O que te faz inseguro? O que te deixa acuado? Querem sempre nos silenciar, todo o tempo. De tanto nos calar acostumamos a não ter voz. Para mostrarmos a nossa majestosa beleza e nosso poderoso lugar na sociedade precisamos falar alto. Vamos gritar juntas e juntos?

  • womens-2685867_1280.jpg
    Que sou

    Não faz sentido, nem vai fazer. Todo sentido é pura invenção.

  • umbrella-170962_1920.jpg
    Ela descansa

    O relógio não avança. O silêncio incomoda os ouvidos. A espera dói. Ela está ali. Sua respiração, seu coração, sua quentura, seu sorriso. E sua mente? Sempre tão firme, tão inspiradora, resolveu se ausentar?

  • hands-1373191_1920.jpg
    Amar é...

    Quanto amor você tem oferecido? O que é “ser amor da cabeça aos pés”? Essa força é universal e cíclica. Em alguns momentos da vida vamos achar que não recebemos tanto quanto ofertamos. Mas amor não é merecimento. É mais que isso, mais intenso. É trocar. É girar. É viver. É sentir. A gente precisa do outro. Do outro em nós. Espera. Confia.

  • colorful-1325264_1280.png
    Cenas pretas

    Humilhação. Invisibilidade. Preterimento. Desprezo. Servidão. Desconfiança.
    Essas situações podem acontecer com qualquer pessoa. Mas o cruel é ser protagonista de todas essas cenas, incontáveis vezes, todos os dias, durante toda a vida.

  • sunset-1989887_960_720.jpg
    Roda gigante eterna

    Sinto o pôr do Sol me invadindo. Sinto a textura da areia na sola dos pés.
    Vejo abraços e braços, longos e compridos. Vejo aquela risada quente e aquele sossego.
    Espero os olhos cúmplices se conversando. Espero ver o Sol amanhecer amarelo acompanhado do gosto de vinho na boca. Fecho os olhos. Onde estou?

    Como trilha sonora para ler o texto sugiro a linda "A melhor hora da praia", da Nação Zumbi, que me inspirou para escrever esses versos.

  • graffiti-1224886_640.jpg
    (re) começo

    O mistério da vida penetrado por dúvidas. Se não intacto, por que tantos pedaços? Se tão fluido, por que tão intenso? Se cruel, para que o deleite? Jogo-me no mundo, despida. A cada fim, um início de tempo: interno, pungente, latente, pessoal. Mas à minha volta tenho flores. Coloridas, de diferentes tipos, cheiros e formas.

  • blindfolded-1732539_1280.jpg
    Entrecorpos

    A cada momento que pensassem um no outro sentiriam um arrepio na pele, enquanto na memória se desenhariam curvas, linhas e cores.