verso Único

ou o universo inteiro

Grace Bender

O Verso Único, um espaço para ensaios, inspiração, expressão, artes e despertar. Servir, vir a Ser. Ser agente para uma tomada de consciência interior; a busca pelo conhecimento de si mesmo e da própria existência. Que si é esse que me habita, que te habita? Consciência para além de si mesmo, habitare mecum.

Centros lunares e o complexo mundo feminino

Toda mulher já deve ter se auto-observado e percebido que, mesmo fora da TPM, os altos e baixos emocionais e as mudanças de humor parecem uma constante montanha-russa.


VB6YV.jpg

A natureza da mulher é claramente mais intuitiva e sensitiva do que a do homem, o que lhe confere uma sensibilidade distinta. Durante a gestação, a acidez do líquido amniótico (sem contar outros inúmeros fatores como o momento da concepção, posição, etc) ajuda na definição do gênero do feto. O pH mais elevado predispõe para o sexo masculino, ativando o hemisfério esquerdo e diminuindo a intensidade da zona direita cerebral. É desta forma que o homem desenvolve seu lado mais racional e pragmático.

Já as mulheres nascem com ambos os hemisférios ativados. Não é por acaso que conseguem realizar várias tarefas ao mesmo tempo. De acordo com o Dr. Drauzio Varella, “enquanto as áreas cerebrais controladoras da linguagem masculina estão limitadas ao hemisfério cerebral esquerdo, a mulher utiliza os dois hemisférios ao falar”.

Por outro lado, o sexo feminino tem a capacidade de formar maior número de conexões (sinapses) neuronais e acaba sendo muito mais difícil lidar com tamanha complexidade de informações todas processadas ao mesmo tempo. Além disso, alguns fatores interferem diretamente nas emoções femininas. A mulher está sujeita às fases da Lua externa, ao ciclo menstrual (também regulado pela Lua), é influenciada pela Lua na hora do nascimento e por 11 pontos lunares em seu corpo, conforme ensinado por Yogi Bhajan, no livro Aquarian Teacher.

Dentro da humanologia yóguica, ramo da Kundalini Yoga que aborda a psicologia humana em suas interações e estilo de vida para uma compreensão do ser, são identificadas áreas físicas no corpo da mulher, sensíveis às energias lunares e que afetam a forma como ela lida consigo mesma em sua vida cotidiana.

Os homens possuem apenas um ponto, ou centro, lunar localizado abaixo do queixo. Por esse motivo é recomendado usar barba nessa região para filtrar a incidência lunar (yin), uma vez que os pelos do corpo são como antenas que captam a energia solar (yang).

Já as mulheres possuem 11 centros que são ativados a cada dois dias e meio, completando um ciclo de 28 dias. A sequência varia de acordo com cada mulher. As emoções irão flutuar conforme a mudança desses pontos. Segundo o manual Aquarian Teacher os pontos são:

“1. O couro cabeludo( o halo ou linha de arco) - é verdadeiramente uma mulher - muito positiva, radiante, segura de si. 2. As bochechas (a parte rosada) - um lugar muito perigoso, quase perde o controle. 3. Os lábios - fala muito ou muito pouco. tem que controlar-se. É quando pode divulgar segredos e ser indiscreta. 4. O ponto lunar no lóbulo da orelha - quer discutir valores. 5. Atrás do pescoço ( a nuca) - quer comunicar-se de maneira muito romântica. Se recebe uma flor ou um gesto de apreciação sentimental, pode enlouquecer. Se um homem fala com ela nesta fase, ela inclina o pescoço em direção a ele. 6. Os seios - é muito doadora e compassiva. Pode dar de presente todas as suas coisas. É melhor esperar dois dias e meio para decidir se quer dá-las realmente. 7. Ponto do umbigo ( ou área correspondente atrás na coluna) - muito insegura. 8. Parte interior das coxas - quer confirmar tudo, muito afirmativa. 9. As sobrancelhas - muito ilusória, imaginativa, constrói castelos no ar. Se um homem toca este ponto, ela quase desmaia. 10. O clitóris - quer socializar-se, conversar, estar em festas, muito externa e encantadora. 11. A membrana da vagina - comportamento igual ao clítoris.”

Felizmente, existem algumas práticas eficazes dentro do Kundalini Yoga que podem ajudar a equilibrar os centros lunares na mulher e sua consequente flutuação emocional. A principal delas é a Meditação para Equilibrar os centros Lunares:

Deite-se sobre o estômago, coloque o queixo no chão e mantenha a cabeça esticada. Os braços devem estar ao longo do corpo, com as palmas das mãos para cima. O Panj Shabad é o mantra para esta meditação. Saa – Infinito, cosmos, início Taa – Vida Naa – Morte Maa – Renascimento

O mantra é cantado silenciosamente com os olhos focalizados no ponto entre as sobrancelhas. Enquanto mentalmente vibra Saa, pressione polegar e indicador de ambas as mãos; com Taa pressiona polegar e dedo médio; com Naa, polegar e anular e com Maa, polegar e dedo mínimo. A meditação deve ser feita no mínimo 3 minutos. O ideal são 31 minutos diários.


Grace Bender

O Verso Único, um espaço para ensaios, inspiração, expressão, artes e despertar. Servir, vir a Ser. Ser agente para uma tomada de consciência interior; a busca pelo conhecimento de si mesmo e da própria existência. Que si é esse que me habita, que te habita? Consciência para além de si mesmo, habitare mecum. .
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 3/s/// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Grace Bender