viver à deriva e sentir que tudo está bem...

A vida é uma colcha de retalhos. Todos da mesma cor...

GCosta

Resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas...

PUNK : ATTITUDE

A palavra “punk” surgiu em 1596, de origem obscura, provavelmente relacionado a ''spunk, ou madeira podre''. Mais tarde, tornou-se um substituto para “prostituta”, antes de significar “bobagem, coisa ordinária ou sem sentido” ou alguém que se passava como ''mulher'' na cadeia.


NEAzxIBJ7PEYEH_1_2.jpg

A palavra Punk virou nome de uma revista alternativa de Nova York, em 1975, que só teve 18 números publicados. Essa revista falava de assuntos banais como: reprises de televisão, cerveja, sexo, cheeseburgers, quadrinhos, filmes B e bandas que tocavam um rock’n’roll considerado esquisito para época, como Velvets, Stooges, New York Dolls, Dictators, Ramones e Television.

 Apesar de ter aparecido na língua inglesa há menos de quinhentos anos, a palavra punk demonstra uma grande variedade semântica. De origem duvidosa, esta palavra sofreu, sobretudo nos últimos trinta anos, uma difusão tão grande que ultrapassou as fronteiras da língua inglesa, entrando no léxico de praticamente todas as línguas ocidentais, entre elas o português.

Punk Attitude

é um documentário obrigatório não apenas para quem gosta de música, como também para todos que se interessam pelas revoluções comportamentais da nossa época. O filme traz entrevistas com Henry Rollins (Black Flag), Brendan Mullen (The Masque Club Owner), Chrissie Hynde (The Pretenders), entre muitos outros. Inclui ainda imagens imperdíveis de bandas revolucionárias como New York Dolls, MC5, The Stooges, The Clash, The Sex Pistols, e performances raras extraídas de arquivos.

 Em 1976, uma revolução estava ocorrendo, e dela surgiu uma cena musical: o Punk Rock. Controverso, colorido e caótico, foi uma tapa na cara do conservadorismo e o surgimento de uma cultura que ainda vive no inconsciente do público.

O documentário identifica as raízes da tradição surgida na América e a mudança para o Reino Unido, mostrando que o movimento punk era muito além da musica, mas um estado de espírito, pura atitude, obrigatório não apenas para quem gosta de música como também para todos que se interessam pelas revoluções comportamentais da nossa época.

 Punk: Attitude é um filme de Don Letts. Ele explora o "punk" revolução, gênero e seguindo desde o seu início em meados dos anos 1970 até o seu efeito sobre a música rock moderno e outros gêneros. O elenco é uma verdadeira lista de músicos alternativos e diretores que oferecem as suas opiniões sobre o que pode ter sido a maior revolução da música nunca.

51WF5WSG6GL.jpg

O filme foi lançado oficialmente no dia 25 de Abril de 2005, o Tribeca Film Festival nos EUA comentários tem sido geralmente favorável sobre a precisão e a abordagem do filme. O filme começa mostrando as raízes do punk da música com muitos pontos de vista sobre diversos artistas e gêneros que acentuaram o início do gênero, como o MC5 e do Velvet Underground.

Punk: Attitude, então, começa cronologicamente para classificar através dos vários artistas e ex-alunos que eram centrais ao movimento, desenho de luz na ideia geral ou "atitude" do movimento punk, que falou para uma geração.

Bandas como The Ramones, The Stooges, The Clash e The Sex Pistols um lugar de destaque por toda parte. O filme oferece uma tela de louvor e respeito dado a partir de muitos entrevistados como essas bandas são comumente anunciado como o início de Punk progressivamente ao longo do filme. Raras filmagens de concertos e contas pessoais de shows e reuniões banda destacar a agressão e entidades destrutivas com uma precisão surpreendente. O filme termina, enfatizando a influência do punk que tem na música moderna.

PA.jpg

O filme começa mostrando as raízes da música punk na visão de vários artistas que acentuaram o começo do gênero, como MC5 e Velvet Underground. Progride cronologicamente através de vários artistas que foram o centro do movimento, esclarecendo a ideia ou atitude do movimento que falou por uma geração. Tomadas raras de shows e arquivos pessoais de shows e encontros de bandas destacam a entidade agressiva e destrutiva com surpreendente precisão, enfatizando a influencia do Punk na música moderna.

 O estilo punk e o universo musical do Punk Rock, talvez, sejam uma das manifestações musicais mais carregadas de ideologias que já existiu. Dos jeans rasgados aos acordes rápidos e letras ácidas, o mundo punk tem sempre uma mensagem a ser passada sobre suas visões políticas do mundo.

 Ainda que tenha perdido muito sua força influente do passado, a ideologia e o estilo ainda persiste e resiste em comunidades que incorporam a luta ideológica pregada pela sua visão de mundo. O punk teve seu início como uma forma de expressão artística de uma visão contra cultural do mundo moderno. A ideia tomou forma, inicialmente, no início dos anos 70, nos Estados Unidos, com bandas formadas por jovens de classe média que rejeitavam e criticavam a mentalidade e o estilo de vida da classe que faziam parte.

punk.jpg

A palavra “punk” é uma expressão da língua inglesa que é usada para classificar um indivíduo ou grupo urbano antissocial que se desviava dos padrões normativos de conduta da época, visto como a parte inútil de uma sociedade. As ideias formadoras do que passou a ser chamado de cultura “punk” eram baseadas no pessimismo, no antiautoritarismo, na ideologia anárquica e no igualitarismo.

 

Todos nós somos um pouco PUNK em nossas Attitudes...

punkattitudex28x09x05mc.jpg

Movimento Punk


GCosta

Resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas... .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //GCosta