viver à deriva e sentir que tudo está bem...

A vida é uma colcha de retalhos. Todos da mesma cor...

Geraldo C.

"Em tempos de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário"
(George Orwell)

No tempo espaço da America Latina...Parthenon - Mare Tenebris

Parthenon é uma banda venezuelana fundada em 1979 pelos dois colegas de escola, o baterista Juan Carlos Ballesta e o tecladista Robert Santamaría. Depois de alguns anos, o tecladista Victor Fiol deixou a banda para se juntar à conhecida banda progrock venezuelana Tempano e logo o Parthenon se desfez.


partenon.jpg

Robert mudou-se para a Espanha e teve sucesso com a banda Progock Amarok. No início da década de 1990, os dois colegas de escola, Robert e Juan Carlos, fundaram o Partenon. Junto com uma cantora, um baixista e músicos convidados, eles fizeram novas versões das primeiras canções e as regravaram como este novo CD, adicionado com duas sessões de canções de 1980-1981 e uma faixa ao vivo de 1981.

As oito composições soam impressionantes como a banda faz, especialmente o trabalho do teclado é excelente evocando os grandes dias Hammond e Moog de Keith Emerson (e em alguns momentos do Reino Unido) no início dos anos setenta junto com o swing de piano e algum majestoso violino-Mellotron. Também podemos desfrutar de um trabalho fluido e sensível na guitarra elétrica, muitas vezes em grande interação com os teclados.

A música tem dicas óbvias de ELP, mas os vocais espanhóis femininos e partes com o Theremin (duelo excelente com sintetizadores em Conversaciones) e hobo dão ao Parthenon seu progrock uma dimensão extra e um sabor especial. E as composições entregam pausas musicais cativantes e surpresas musicais.

Este CD soa como um ótimo álbum de pró-disco da freqüentemente esquecida cena de pró-disco da América Latina!


Geraldo C.

"Em tempos de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário" (George Orwell) .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/musica// //Geraldo C.